quinta-feira, 26 de julho de 2018

Obras das adutoras do Alto Capibaribe e de Serro Azul chegam à Santa Cruz do Capibaribe

Fotos: Jefferson Lulu
Neste mês de julho, as obras das Adutoras do Alto Capibaribe e de Serro Azul em Santa Cruz do Capibaribe foram iniciadas. As duas ações representam um esforço do Governo de Pernambuco e da Compesa para garantir a segurança hídrica da região. De acordo com a gestão estadual, mais de R$ 270 milhões estão sendo investidos nas obras que priorizam o abastecimento do Agreste pernambucano.

Nesta fase, a Compesa executa o primeiro trecho do Sistema Adutor do Alto Capibaribe que parte de Santa Cruz do Capibaribe para captação de água na barragem de Poço Fundo.

Os trabalhos com relação à Adutora de Serro Azul são executados a partir da estação da Compesa, no bairro Rio Verde, e seguem até o reservatório, no bairro Bela Vista. Segundo a companhia, este trecho da obra é uma antecipação do sistema adutor para receber a água da barragem de Serro Azul.

O deputado estadual Diogo Moraes, que tem lutado pelo abastecimento de água no Polo de Confecções, ressalta a importância das obras para a região. "O nosso Agreste é uma das localidades que mais sofrem com a falta de água. Tudo que estamos vivenciando hoje é fruto de um longo trabalho do Governo de Pernambuco e da Compesa. Conseguimos tirar do papel obras importantíssimas como a Adutora do Pirangi que evitou o colapso total nessa região depois que todos os mananciais secaram", pontua o parlamentar.

O Gerente Regional da Compesa, Bruno Adelino, destaca a importância do adiantamento das obras do Alto Capibaribe. "Vamos antecipar o uso da adutora retirando a água da barragem de Poço fundo e, com isto, beneficiar a população de Santa Cruz", ressalta.

Adutora do Alto Capibaribe

A adutora do Alto Capibaribe é uma obra do Governo do Estado, que visa beneficiar mais de 230 mil pessoas nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Jataúba, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga do Norte e Frei Miguelino. Com 51 quilômetros de extensão, a adutora irá captar água do Rio Paraíba, através da Transposição do Rio São Francisco e receberá um investimento de R$ 70 milhões.

Adutora do Serro Azul

A adutora do Serro Azul é um Sistema Adutor que transportará água da Barragem de Serro Azul, em Palmares, atendendo as cidades de de Belo Jardim, Sanharó, Caruaru, Tacaimbó, São Bento do Una, São Caetano, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Bezerros e Gravatá. A obra conta com um aporte de R$ 200 milhões e beneficiará 1,5 milhão de pessoas na região.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

E-book destaca o comércio eletrônico na cidade-mãe do polo de confecções de Pernambuco




O empresário e entusiasta do Empreendedorismo, Bruno Bezerra, está lançando o e-book, Feira Digital. Nele, Bruno destaca dados interessantes sobre a atual situação do comércio do Polo de Confecções, com foco no Moda Center Santa Cruz. Um E-book de fácil leitura, lincado por texto e imagens. Uma obra excelente para aparelhos móveis, como o celular.

Para Bruno, “acredito que um dos sucessos de Santa Cruz do Capibaribe enquanto cidade-mãe do polo de confecções de Pernambuco é o acumulo de canais de vendas estratégicos. O e-book tem como propósito estimular o comércio eletrônico como mais um importante canal de vendas do nosso ambiente de negócios”, explica.

Feira Digital é um pequeno e-book e nele você vai encontrar dados interessantes do comércio eletrônico de moda no mundo, no Brasil e em Santa Cruz do Capibaribe, cidade mãe do polo de confecções de Pernambuco. Polo que tem um desafio estratégico: entender [e atender] as demandas do consumidor digital e tornar o comércio eletrônico mais um importante canal de vendas do seu ambiente de negócios. Afinal, com o avanço da tecnologia, as redes sociais se tornaram uma importante ferramenta de fomento do comércio da confecção.

O escritor americano Alvin Toffler certa vez escreveu: "Mudança é o processo no qual o futuro invade nossas vidas". Vamos em frente, pois o futuro já chegou e vai com a gente!

Para baixar o E-book, clique aqui!

1º Festival Café Cultural será realizado em Taquaritinga do Norte


Foto: Divulgação

A pacata e aconchegante cidade de Taquaritinga do Norte será roteiro certo para os amantes do café, boa música, e cultura entre os dias 19 e 22 de julho, com a realização do 1º Festival Cultural do Café.

O evento vem resgatar e valorizar a cultura do café, muito rica na cidade, que já foi coroada como tendo um dos melhores cafés do País. Seu tipo é o café arábica sombreado, cultivado as sombra das árvores. O mesmo é 100% orgânico, só recebe adubação natural e é exportado para vários Países, pois é o único do país que serve para utilização em qualquer tipo de bebida feita a base de café, porque tem o gosto achocolatado.

Durante o evento, a cidade se transformará em um grande multiculturalismo no interior do estado, com cinco polos de animação que reunirá grupos de cultura popular de cortejos, renomados artistas musicais do Forró, MPB e ritmos da cultura pernambucana, bem como, oficinas de formação, exposições e um considerável aquecimento da economia com a geração de empregos e fortalecimento do turismo.

Confira a programação completa:


Quinta-feira, 19 de julho

- Polo Literário (Câmara dos Vereadores)
16h: Lançamento de Livro

- Polo Arte e Poesia
17h: Teatro de Mamulengos
18h: Cantoria de Violeiros

- Polo Teatro do SESC (Altar da Pátria)
18h: Grupo Cultural Siriri do Horizonte Alegre (cidade de Pedra)
- Quadrilha Junina (Cidade de Pedra)
- Sarau Estudantil (Apresentações Culturais)
- Show com Alexandre Revoredo
- Polo Café no Coreto (Cafeteria)

Sexta-feira, 20 de julho

- Polo Literário (Câmara dos vereadores)
16h: Lançamento de Livro - Isabele Moreira

- Polo Arte e Poesia
17h: Oficina de Teatro e apresentações

- Polo Teatro do SESC
18h: Grupo 2 em cena – Peça Teatral Sol lá no Picadeiro
- Quadrilha Junina (cidade de Sanharó)
- Grupo de Xaxado Cabras de Lampião
- Show com Socorro e Mazé

- Polo Principal 
22h: Trio Nordestino
- Santana o Cantador
- Fulô de Mandacaru

Sábado, 21 de julho

9h: Caminhada ecológica

16h: Cortejo Multicultural pelas principais ruas da cidade

- Polo Literário (Câmara dos vereadores)
16h: Lançamento de Livro – Geraldo Freire

- Polo Arte e Poesia
18h: Contação de estórias – Arly Arnold
- Monologo (Peça Teatral)

- Polo Teatro do SESC
18h: Peça Teatral "Sonhos do Palhaço Nuneca"
- Show com Vertim Moura
- Desfile de Moda
- Show com Lara Sales (cantores de rádio)

- Polo Principal
22h: O Disco (Tributo a Banda Roupa Nova)
- Adilson Ramos

Domingo, 22 de julho

- Polo Principal
14h: Orquestra de Frevo
- Show Viva Pernambuco (André Rio, Luciano Magno, Cezinha do Acordeon, Carla Rio)
- Benil

Estandes com artesanato (todos os dias do Festival)

sábado, 14 de julho de 2018

Lotéricas voltam a receber contas de energia a partir deste sábado




Lotéricas não estavam recebendo contas da Celpe desde o dia 1º de maio / Foto: Flávio Japa


Após a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e a Caixa Econômica Federal formalizarem, nesta sexta-feira (13), a renovação do convênio, casas lotéricas do Estado voltam a receber contas de energia a partir deste sábado (14).

Por causa do rompimento do convênio entre Caixa e Celpe, as lotéricas não estavam recebendo contas da Celpe desde o dia 1º de maio. Em nota, a Celpe informou que "as empresas entendem que a situação gerada se tornou incompatível com a qualidade dos serviços essenciais prestados e lamentam os transtornos causados". Ainda segundo a companhia, o acordo renovado nesta sexta (13) atende à solicitação da sociedade e assegura ganhos para a Caixa e para os agentes lotéricos.

No dia 19 de junho, o Sindicato dos Lotéricos de Pernambuco (Selepe) havia informado que inviabilização do pagamento das faturas, além de dificuldades para os consumidores, estava gerando uma perda estimada em R$ 1,5 milhão aos cofres públicos em arrecadação de impostos.

A presidente do Selepe, Telma Cristina, afirmou que a renovação do acordo beneficia as lotéricas e também a população. "A volta é muito importante, algumas lotéricas chegaram a ter uma queda de faturamento de 20% e sociedade estava encontrando muita dificuldade para realizar os pagamentos", explicou.

De acordo com Telma Cristina, municípios do interior do Estado foram os mais prejudicados no período em que o convênio estava rompido. "Em Santa Maria do Cambucá, localizada no Agreste, a população ficou sem encontrar um local onde era possível pagar  suas contas", esclareceu.

Locais de pagamento

Além do retorno das lotéricas como canais de arrecadação, os clientes, segundo a Celpe, permanecem contando com outros cerca de 1.800 locais de pagamento, entre a rede Celpe Serviços e correspondentes bancários.

sexta-feira, 13 de julho de 2018

OAB cobra solução para homicídio de advogado




O presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Pernambuco (OAB/PE), Fernando Ribeiro Lins, esteve reunido na tarde desta sexta-feira (13), com o delegado Rodolfo Barcelar para solicitar informações mais aprofundadas sobre o crime e celeridade na investigação, do assassinato do advogado André Ambrósio Ribeiro da Silva, de 46 anos, que aconteceu ontem no Loteamento Itamaraty, em Caruaru.

O Presidente da OAB seccional Caruaru, Felipe Sampaio, também esteve presente na delegacia de homicídio, acompanhado do Vice-Presidente Fernando Antônio e do o Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Elmo Monteiro, onde lamentaram mais um fato trágico envolvendo um profissional da área.

Segundo o delegado Rodolfo Barcelar, ainda não é possível dizer na certa qual linha de investigação terá para elucidar o crime. Ele já ouviu duas pessoas sobre o caso. A Polícia Civil já está elaborando o retrato falado do criminoso.

Fonte: Blog do Mário Flávio

terça-feira, 10 de julho de 2018

YouTube vai combater fake news


Foto: Josh Edelson / AFP
O YouTube anunciou nesta segunda-feira (9) uma série de novos recursos criados com o objetivo de valorizar notícias de fontes confiáveis e combater a desinformação. A primeira delas está logo na página inicial, que vai ganhar seções dedicadas a notícias de fontes com credibilidade determinada pelo próprio algoritmo de busca do Google, com preferência para conteúdo jornalístico. A segunda está no mecanismo de busca: ao pesquisar por algum fato histórico, os primeiros resultados serão de fontes “oficiais”, como a Wikipédia e a Enciclopédia Britânica. A terceira está na apresentação dos resultados de buscas por eventos como desastres naturais ou atentados: a partir de agora, antes dos vídeos, serão apresentados artigos escritos de fontes confiáveis.

A empresa também está investindo US$ 25 milhões para apoiar empresas de jornalismo, num aporte estruturado em três eixos: “conhecimento”, em que serão formados grupo de trabalho com especialistas e organizações jornalísticas de todo o mundo, para ajudar a enfrentar desafios emergentes; "financiamento à inovação”, que disponibilizará financiamento a organizações jornalísticas de 20 mercados globais; e “suporte”, que treinará editores nas melhores práticas de formatos, desenvolvimento de público, operações cotidianas de plataforma e integrações técnicas.

“O YouTube tem a responsabilidade de oferecer conteúdo confiável e apoiar o jornalismo com tecnologia que faça as notícias prosperarem”, disse o chefe de produto do YouTube, Neal Mohan em comunicado oficial.

Alunos do Sesi representam Estado na Olimpíada do Conhecimento



O talento dos alunos do Sesi Pernambuco se destaca novamente. Desta vez, a qualidade das pesquisa e o bom desempenho das equipes de robótica da instituição nas fases Nordeste e Brasil do Torneio Internacional de Robótica First Lego League (FLL), no primeiro semestre deste ano, renderam o convite para os alunos participarem da Mostra de Ciências e Engenharia da Escola do Futuro e o Desafio de Robótica da Indústria, eventos que fazem parte da Olimpíada do Conhecimento, que ocorre até domingo (8), em Brasília.

Enquanto, os alunos do Ensino Médio de Paulista mostram aos especialistas da USP a pesquisa Igatu, sistema de tratamento de água automatizado para comunidade ribeirinha, os estudantes do Sesi Goiana vão expor um estudo sobre a destilação do chorume para produzir biodiesel. As pesquisas estão sendo apresentadas para especialistas da USP como proposta de inovação científica e tecnológica de solução viável para problemas reais.

Já as equipes do Sesi Ibura, Paulista e Escada participam do Desafio de Robótica, onde terão de lidar com situações-problema que fazem parte do cotidiano de empresas, tais como gestão de estoques, controle de produção, economia de materiais e inovação tecnológica nas áreas de mineração, panificação, frigorífico, construção civil, máquinas e equipamentos, celulose e papel, veículos automotores e têxtil.

As cinco equipes do Sesi Pernambuco estão no seleto grupo de 48 times do país que vão apresentar na Olimpíada do Conhecimento, que é um dos maiores acontecimentos científicos nacionais. "Para nós do Sesi Pernambuco participar de um evento deste porte é uma grande satisfação, pois é uma oportunidade para apresentar ao país a competência dos nossos alunos, que são jovens talentosos elaborando soluções inovadoras para problemas da indústria, que é a mola propulsora do desenvolvimento do país", afirma o superintendente da instituição, Nilo Simões.

terça-feira, 3 de julho de 2018

NOTA DE PESAR - GUILHERME UCHOA



Muito mais do que um deputado ou um colega de Casa Legislativa. Guilherme Uchoa é um amigo onde sempre encontrei referências de um pai, com conselhos e diálogos sobre política e sobre a vida.

Partindo de maneira inesperada, aos 71 anos, Uchoa deixa a marca de um parceiro fiel, que não media esforços para ajudar seus amigos. Na sua vida pública, como Juiz, e política, como deputado Estadual, se destacam os êxitos em ações e projetos em prol dos pernambucanos.

Neste momento, faltam palavras e sobra emoção pela dor do seu falecimento. Uchoa fechou seu ciclo de maneira honrada, trabalhando muito. Aos familiares, nossos sinceros sentimentos. A nos, seus amigos, só restam as boas lembranças. Que Deus o tenha, meu querido amigo.

Diogo Moraes, primeiro-secretário da Alepe

Compesa intensifica combate ao furto de água em Petrolina



Mais de 400 ligações de água clandestinas foram identificadas e desativadas em Petrolina, no Sertão do Estado, depois que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) intensificou a ação de combate ao furto de água nos bairros da cidade, nos últimos seis meses. Uma das irregularidades que mais chamou a atenção da Compesa foi encontrada numa residência localizada na Rua Tomé Cavalcanti, em Areia Branca, bairro de classe média no Centro de Petrolina. A equipe da companhia chegou ao endereço após um estudo do consumo de vários imóveis da cidade. “Levantamos que, após dezembro de 2014, o consumo médio desse imóvel caiu de 45 metros cúbicos de água para 16 metros cúbicos de água, por isso resolvemos ir até o local para investigar”, informou o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael de Queiroz.

A companhia calcula que, durante três anos e meio de fraude, o prejuízo financeiro apenas com a ligação clandestina que existia nesse imóvel foi de R$ 30 mil reais. “Fizemos a estimativa de uma perda de 1.220 metros cúbicos de água, volume que daria para abastecer, por exemplo, cerca de 120 casas, em um mês”, acrescenta o gerente. A ligação clandestina foi encontrada na calçada da residência – com aproximadamente 600 metros quadrados de área construída - onde existia o desvio de água por uma tubulação que não passava pelo hidrômetro. A proprietária do imóvel foi comunicada da fiscalização e da irregularidade encontrada.

A Compesa registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia do município e será aplicada uma multa ao proprietário sobre o consumo não contabilizado em todo o período de irregularidade. O caso será encaminhado à Justiça. A ação de combate à ligação clandestina realizada pela Compesa identifica cerca de dez irregularidades, por dia, em Petrolina.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Crônica "Retalhos memoráveis do São João da Moda"




Fotos: Antonio Carlos / Ascom São João da Moda


De tanto ouvir falar das casinhas da cidade cenográfica do São João da Moda, eu resolvi conhecer de perto esse lugar e seus moradores. À primeira vista uma chuva de lembranças invadiu a minha cabeça e comecei a reviver alguns momentos de minha vida. A começar pelo Armazém de compadre Zé, o centro das notícias e principal ponto de encontro dos contemporâneos da minha época, lá encontrávamos tudo que procurávamos e ainda podíamos comer um saboroso pão doce com 'Cajuína' ou tomar aquela bicada para esquentar o sangue. 


Em seguida, entrei numa casa denominada Ação Social. Matutei com as minhas lembranças de quem era aquela casa, mas ao juntar as letrinhas percebi que se tratava de um trabalho de conscientização sobre o Enfrentamento ao Trabalho Infantil. Então compreendi que algumas crianças não estão tendo tempo para correr de atrás do pneu, jogar bola de gude no terreiro de casa ou subir nas árvores. Depois de deixar minha assinatura na folha de papel de pão, saí daquela casa convicto do quanto aquele trabalho era importante para as crianças de hoje.


Como a minha visita aconteceu no final da tarde de sábado (30), encontrei o Fórum fechado. No entanto, vi que os traços da construção eram semelhantes aos da minha época, a única diferença é que hoje as cores estão mais vivas, a rua está pavimentada... Ao sair do Fórum encontrei Toinho da Onça sentando na frente de sua casa, desfrutando da sombra e da brisa suave de nossa Rua Grande. Ele me disse que aquela casa, tida como dos Homenageados, era uma honraria que ele e meu saudoso amigo Milonga haviam recebido do atual prefeito da cidade. No interior da casa, sentando num tamborete eu relembrei alguns ‘causos’ e ouvi um forró ‘arretado’ de bom que tava tocando no rádio de Milonga.


Mas logo nossa prosa foi interrompida, pois a ‘fia donzela’ de cumadre Tereza saiu do 'caritó' com o ‘fio de Sebastão’ e a ‘famia’ com medo de perder o casório, tratou logo de levá-la até os pés de padre Gusmão pedir as bênçãos do Senhor Bom Jesus dos Aflitos e São João Batista. A euforia em torno do casamento era tamanha que logo a rua encheu de curiosos que queriam ver o vestido da noiva, já outras debruçadas nas janelas acompanhavam toda a movimentação da rua. Vizinho da igreja tinha a Casa dos Artistas, lá eu encontrei grandes nomes do forró, do teatro, cordelistas, aboiadores, artistas plásticos... gente que tinha deixado seu legado para a cultura local.


Devido o entardecer das horas e a grande fila que se formou em torno da Casa de Adivinhações, onde o adivinho atendia as pessoas que buscavam ver o futuro ou simplesmente ouvir palavras de ânimo, eu apenas passei pela frente cumprimentando os conhecidos e segui meu caminho. Na casa encostada tinha umas mulheres costurando retalhos de tecidos, outras confeccionando vestidos e outras produzindo as mais variadas peças de vestuário numa tiragem impressionante. Então, eu compreendi que naquela casa o tempo estava passando na velocidade de um abrir e fechar de olhos. 


Minha última parada foi na Prefeitura Municipal, onde uma exposição de retratos mostrava o quanto nossa cidade havia crescido, naquele momento, eu, a Santa Cruz dos anos 50, encontrei-me finalmente com a Santa Cruz atual repleta de inúmeras ruas pavimentadas, de escolas requalificadas, de casas populares sendo construídas, de programas sociais que trazem dignidade e respeito ao povo... Enfim, envoltos pela emoção do reencontro, nós continuamos sendo, cada qual há seu tempo, a Santa Cruz do Capibaribe que dá a todos “o direito de crescer e progredir”.


Por Antonio Carlos
Jornalista DRT PE 6154
Ascom São João da Moda