terça-feira, 28 de novembro de 2017

Procon e Caixa Econômica Federal lançam campanha Quita Fácil para renegociação em Santa Cruz do Capibaribe


A Unidade de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Santa Cruz do Capibaribe, em união com a Caixa Econômica Federal, vão receber a partir desta segunda-feira (27), consumidores inadimplentes para renegociação de dívidas. A campanha nacional se chama “Quita Fácil”, tem como objetivo oferecer condições adequadas para clientes (pessoas físicas ou jurídicas) sanarem seus débitos, junto a instituição financeira.

Os descontos são direcionados para clientes com dividas em casos específicos, nas duas agências bancarias da Capital da Moda: Cheque especial, cartão de crédito, empréstimos pessoais e consignados, Crédito Direto ao Consumidor e financiamento de veículos. Os descontos serão apenas para pagamentos à vista e poderão chegar a 100% dos juros. A campanha vai até quinta-feira (30).

Thalys Henrique, coordenador do Procon local falou dos benefícios da oportunidade. “Qualquer ação que venha beneficiar o consumidor deve ser celebrada. Decidimos apoiar a ação da Caixa Econômica, após o banco se comprometer em oferecer condições especiais para renegociar e quitar dívidas de seus consumidores”, contou o coordenador.

“O público alvo são pessoas físicas ou jurídicas que tenham pendências com a Caixa Econômica, vamos pesquisar os documentos e apresentar a melhor proposta para cada cliente. Em Santa Cruz do Capibaribe são aproximadamente duas mil pessoas que podem participar desta campanha Quita Fácil. Teremos uma equipe habilitada para agilizar e facilitar toda negociação”, disse Wagner Castro, Gerente Geral da agência Caixa Econômica Federal . O programa vai ser realizado no Procon, localizado na Avenida Padre Zuzinha, 491, centro. Os interessados devem procurar o órgão das 8h às 13h, munidos de documentos pessoais com foto (RG e CPF). Recentemente a unidade local do Procon realizou o II Mutirão dos superendividados, mais de mil pessoas foram atendidas e tiveram reestabelecidos créditos juntos instituições bancárias e nomes em entidades de proteção cadastral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário