sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Compesa inicia ações de recuperação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Caruaru



O município de Caruaru começou a receber as primeiras ações do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Rio Ipojuca-PSA Ipojuca, iniciativa executada pela Compesa. A primeira fase dos serviços está sendo realizada ao longo de sete quilômetros de tubos interceptores de esgoto localizados às margens do Rio Ipojuca. De acordo com o coordenador do PSA Ipojuca, Sérgio Murilo Guimarães, o objetivo dessa intervenção é realizar os serviços de limpeza e desobstrução do coletor-tronco. "A ideia é tirar toda a obstrução existente, a exemplo de pedras, madeira e paralelepípedos. Também vamos filmar a parte interna do coletor para sermos bem precisos nos pontos de obstrução”, explica.

Outra frente de trabalho que já está em andamento é o cadastramento de cerca de 300km de rede de esgoto existente em Caruaru que foi implantada pela prefeitura ou pelo Projeto Alvorada (2001). “A partir do conhecimento técnico dessa rede, identificando diâmetro e profundidade, vamos integrá-la à rede da Compesa, seja nesse próprio interceptor ou nas estações de bombeamento da Companhia e, dessa forma, fazê-lo chegar a ETE Rendeiras”, esclarece Sérgio. Para os dois serviços, cadastro da rede e desobstrução do coletor-tronco, o investimento é de R$ 7 milhões, provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Estações de Bombeamento de Esgoto Caruaru - A Compesa também está trabalhando na requalificação de quatro estações de bombeamento de esgoto, sendo duas localizadas no bairro das Rendeiras, outra no bairro Cidade Jardim e a maior de todas, a Boa Ventura, situada no bairro Petrópolis. As obras de requalificação incluem, além dos aspectos físicos, a instalação de novos conjuntos motor-bomba em todas as elevatórias, novos quadros de comando elétrico e nova tubulação de bombeamento da elevatória Boa Ventura. Os recursos são da ordem de R$ 3,6 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário