domingo, 2 de julho de 2017

"É Notícia no Rádio" destaca os assuntos mais discutidos da semana



A edição deste sábado (01) do “É Notícia no Rádio” discutiu os assuntos que estiveram em pauta durante a última semana de junho. O programa abriu espaço ainda para os destaques do futebol pernambucano, do cinema e da música. A seguir, confira o resumo de algumas notícias:

Prazo para saque do PIS/Pasep é prorrogado


Quem não tiver possibilidade de sacar nesta sexta-feira (30) o abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação de Patrimônio do Servidor Público (Pasep,) referente ao ano base 2015, terá nova chance. Em vez de ser encerrado definitivamente nesta sexta-feira, como estava previsto, o prazo será reaberto em 27 de julho e o trabalhador terá até 28 de dezembro para sacar o dinheiro.

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou ontem (29) a reabertura do prazo. A proposta foi apresentada pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que atendeu a pedidos feito pelo representante dos trabalhadores no colegiado. Segundo o ministro, 1,57 milhão de pessoas – 6,5% do total com direito ao abono – ainda não fizeram o saque do benefício referente a 2015. Na mesma reunião, o Codefat aprovou o calendário para saque do abono referente ao ano-base 2016, que também começará em 27 de julho.

Cada trabalhador pode ter até R$ 937 a receber, um salário mínimo. O valor varia de acordo com o tempo em que o trabalhador esteve formalmente empregado no ano de referência. É preciso ter trabalhado por no mínimo 30 dias, com remuneração média mensal de até dois salários mínimos. Também é necessário estar inscrito nos programas há pelo menos cinco anos.

É preciso ainda que os trabalhadores tenham tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Os valores não sacados são destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O abono do PIS é pago pela Caixa Econômica Federal a trabalhadores do setor privado. Já o Pasep é pago pelo Banco do Brasil a servidores públicos.

Temer suspende aumento do Bolsa Família por falta de dinheiro


O governo Michel Temer decidiu suspender o reajuste do Bolsa Família que pretendia anunciar em julho. O presidente disse queria conceder um aumento de 4,6% no benefício como um dos instrumentos para ganhar popularidade, mas a área econômica avaliou que, em meio à crise financeira, não há espaço no Orçamento para isso.

Temer se reuniu na noite da última quinta-feira (29) com o ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social), que comanda a pasta responsável pelo programa. No encontro, ficou definido que não seria possível anunciar o reajuste neste momento, como planejado.

Segundo assessores do presidente, a decisão sobre o aumento do benefício foi adiada, sem data para que a discussão seja retomada. O Ministério do Desenvolvimento Social já comunicou à Caixa que não haverá mudança no valor dos pagamentos.

O plano original do governo era anunciar um reajuste do Bolsa Família de 4,6% - um ponto percentual acima da inflação registrada nos últimos doze meses. Em maio, o ministro Osmar Terra disse à reportagem que o aumento seria oficializado em julho.

Nos últimos meses, entretanto, as contas do governo pioraram, principalmente por dificuldades de arrecadação. As receitas ficaram abaixo do esperado e a equipe econômica de Temer passou a cobrar um controle maior de gastos para evitar que a meta fiscal do ano seja descumprida.

Aneel anuncia que contas de luz terão bandeira amarela no mês de julho


As contas de luz terão bandeira amarela no mês de julho. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, 30, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com a bandeira amarela, a tarifa de energia volta a ter cobrança adicional no mês que vem, de R$ 2,00 a cada 100 kWh consumidos.

O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o País para tomar uma decisão, além do volume de chuvas.

De acordo com a Aneel, houve aumento dos gastos de geração de energia previstos para julho. O custo da usina termelétrica mais cara a ser acionada no mês que vem será de R$ 237,71 por megawatt-hora (MWh).

Petrobras corta preço da gasolina em 5,9% e do diesel em 4,8%


No mesmo dia em que anunciou mudanças em sua política de preços de combustíveis, a Petrobras decidiu cortar o preços da gasolina e do diesel em 5,9% e 4,8%, respectivamente.

A companhia calcula que, se o repasse às bombas for integral, o preço da gasolina nas bombas cairá 2,4% (ou R$ 0.09 por litro) e o do diesel terá redução de 2,7% (R$ 0,08 por litro). O tamanho do repasse, porém, depende da política comercial de postos e distribuidoras.

Em comunicado divulgado na sexta (30), a Petrobras diz que a decisão pelos cortes "foi guiada predominantemente por um aumento significativo das importações no último mês, o que sinalizou a necessidade de ajustes de competitividade no mercado interno".

O PROGRAMA

A 77° edição do programa pontuou ainda que as Pré-conferências debaterão políticas de Assistência Social em Santa Cruz do Capibaribe, a partir do próximo dia quatro; a inauguração do novo plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco pelo Deputado Estadual Diogo Moraes e Guilherme Uchoa; o bloqueio de ruas e rodovias pelo país contra as reformas de Temer; a recaptura 63 dos 68 internos que fugiram do Case em Abreu e Lima; a disputa entre Santa Cruz x Brasil de Pelotas/RS na Arena de Pernambuco pela Série B; e Diego Souza e André entram para história do Sport com o primeiro título pelo clube.

O “É Notícia no Rádio” vai ao ar, todos os sábados, das 7h às 8h da manhã pela rádio IGM 88.9. Além do blog “É Notícia”, os ouvintes podem enviar as suas sugestões de pautas pelo WhatsApp (81) 9.8907-5045.

Nenhum comentário:

Postar um comentário