terça-feira, 23 de maio de 2017

Acic Jovem realiza mais um Feirão do Imposto em Caruaru


O Brasil é um dos países onde a população paga mais impostos no mundo. Dados do site www.impostometro.com, criado pela Associação Comercial de São Paulo, mostram que de 1º de janeiro a 15 de maio, o brasileiro já pagou mais de R$ 827 bilhões. Com esse dinheiro, um trabalhador poderia receber 50 salários mínimos por mês durante 1.471.414 anos. Os pernambucanos já pagaram, no mesmo período, cerca de R$ 18 bilhões em impostos. Já os caruaruenses desembolsaram em impostos R$ 57 milhões de 1º de janeiro a 15 de maio.

Com o propósito de disseminar informação tributária de forma simplificada à população, foi criado em 2002, o Feirão do Imposto, em Santa Catarina, pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje). A cada ano, o evento que é realizado em diversas cidades do país apresenta uma série de temas relacionados ao assunto. Este ano, o tema é “Chega de Mão Grande: ação contra a corrupção e a favor da eficiência na gestão dos recursos públicos”.

Em Caruaru, o Feirão é promovido pela Acic Jovem e terá uma prévia na sede da Acic, no dia 26 de maio, com duas palestras: “O impacto da corrupção nos impostos”, com David Batista, economista e consultor representante da Associação de Jovens Empresários (AJE); e "Custos da corrupção: as perdas para o Brasil", com Angélica da Trindade, professora e doutora da Unifavip/Devry. Inscrições gratuitas através do link: https://goo.gl/forms/r9la4CTzSlYz48TC2. Já no sábado, dia 27, será realizado o feirão na Praça da Conceição, Marco Zero da Cidade, aberto ao público. Lá, haverá panfletagem com informações para a conscientização da população dos impactos com relação à corrupção e à carga tributária de alguns produtos.

“O principal objetivo da realização dessa ação para Acic Jovem está ligado, totalmente, à nossa missão de contribuir com a conscientização da nossa sociedade, alertando para uma mudança de postura do cidadão para com os órgãos públicos e, ainda, fortalecer mais as lideranças internas do nosso núcleo”, explicou Alysson Hildegard, coordenador da Acic Jovem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário