sábado, 11 de março de 2017

A nutricionista Carla Costa ensina como adquirir hábitos de vida mais saudáveis no "É Notícia no Rádio"




Fotos: Antonio Andrade / É Notícia no Rádio






Segundo a crença popular, o ano novo começa oficialmente após os festejos carnavalescos, tal visão leva milhões de pessoas a adiar o início de uma simples caminhada matutina ou a adoção de hábitos de vida mais saudáveis, a exemplo de uma alimentação balanceada. Diante desta perspectiva, o “É Notícia no Rádio” deste sábado (11) recebeu a professora e nutricionista Carla Nunes para responder as dúvidas dos ouvintes e explicar como é possível emagrecer, comendo, e comendo bem.

Há alguns anos atrás, o nutricionista era visto como um profissional restrito a indivíduos que precisavam fazer dieta por estarem acima do peso ou por adquirirem algum problema de saúde e por isso precisavam fazer dieta. Aos poucos, esse comportamento estar mudando, pois, o público hoje é mais eclético, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde; mas ainda assim, corre-se o risco de futuramente, muitos indivíduos entre crianças e adultos virem a sofrer consequências por não manterem um hábito de vida saudável, é o que informa dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (ONU).
Mapa da Obesidade na região Nordeste / Fonte: ABESO
A obesidade é um dos problemas de saúde pública no mundo. De acordo com a ONU, a estimativa é que em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões obesos, já em relação as crianças a expectativa é de que 75 milhões delas estejam neste patamar, caso nenhuma atitude seja tomada.

O hábito de dormir bem e acordar cedo podem ser o ponta pé inicial para uma vida mais saudável é o que declara a nutricionista Carla Costa: “A adoção de hábitos saudáveis é interessante quando o foco é manter uma qualidade de vida, e o acordar até o adormecer, no final do dia, é interessante que haja uma interação com o seu psicológico, inclusive. Pois os 100% de uma reeducação alimentar está associado ao psicológico”.

Ao incluir hábitos saudáveis no seu dia a dia, como praticar alguma atividade física, você melhora sua saúde física e mental, otimiza sua autoestima, ameniza os sintomas da depressão e da ansiedade, reduzindo assim, os riscos de adquiri doenças cardiovasculares e fortalece o organismo, aliado a isso, uma boa alimentação.

Questionada sobre as dietas “milagrosas” que pessoas substituem suco por refeição, Carla foi enfática ao falar do mal que isso pode causar: “Um suco pode até substituir um lanche, jamais uma refeição. As pessoas que desejam adquirir hábitos saudáveis devem lembrar que essa mudança deve vir paulatinamente e de forma correta, nunca buscando resultados rápidos. O hábito de mastigar vai fazer seu estômago entender que você está saciado, o suco ou shake, vai fazer com que o estômago entenda que você está cheio, mas não saciado, não são metabolizado como grande refeição,” explicou.

Para as pessoas que não gostam de verduras ou legumes sejam crianças ou adultos, a nutricionista lembra sobre a possibilidade de fazer possíveis misturas ao suco, por exemplo, adicionando cenoura ao suco de manga ou laranja, beterraba no suco de uva, isso vai fazer com que as crianças agucem o gosto pelo legume ou verdura indesejado. “Além da variedade de sucos nutricionais que podemos fazer com a junção de duas ou três frutas, podemos também deixar ao alcance de nossas mãos uma fruteira bem recheada. Pois, o uso excessivo de biscoitos e bolachas industrializados dá-se pelo fato da disponibilidade e praticidade com que esses itens são ofertados em nossa casa. Então, com uma atitude simples, nós podemos elimina-los e adquirir uma alimentação natural livre de gorduras e conservas”, pontou Carla ao ser questionada por uma ouvinte do programa.

Já para os que sofrem com sobrepeso ou obesidade mórbida e por vergonha não praticam atividade física e nem procura ajuda nutricional por estarem com sua auto-estima baixa, Carla destacou a importância de se aceitar: “É possível conversar, motivar, encorajar o indivíduo, não apenas a sair do sedentarismo mais a se aceitar, mais uma vez entra a psicologia. Por que é interessante a pessoa se sentir capaz. Não precisa começar com intensidade, pessoas com obesidade mórbida tem o metabolismo diferente das pessoas com o peso normal, pessoas eutróficas. O educador físico nesse contexto é importante visto que, essas pessoas podem desenvolver doenças cardíacas, diabetes e hipertensão, mas paulatinamente, é possível que estas pessoas percão peso, sim”, enfatizou a nutricionista.

No play abaixo, você confere a entrevista na integra e fica sabendo a como substituir a carne bovina em suas receitas, a diferença entre Light, Diet e Zero açúcar, entre outras informações nutricionais.


O PROGRAMA

A edição do “É Notícia no Rádio” destacou ainda a visita do presidente Michel Temer à obra da Transposição do rio São Francisco em Pernambuco e na Paraíba e atualizou os ouvintes sobre o início do saque do FGTS inativo, além dos lances da rodada do Campeonato Pernambucano e as dicas de cinema para este final de semana. A parte musical ficou por conta de Erasmo Carlos, através da composição “Mulher”, lançada em 1981.

O programa vai ao ar, todos os sábados, das 7h às 8h da manhã pela rádio IGM 88.9. Além do blog “É Notícia”, os ouvintes podem enviar as suas sugestões de pautas pelo WhatsApp (81) 9.8907-5045.

Por Josy Santos e Antonio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário