sábado, 18 de março de 2017

"É Notícia no Rádio" destaca a atuação do Coach com o psicólogo em formação Aroldo Ferreira




Fotos: Flávio Amorim / É Notícia no Rádio


Colocar em prática os objetivos, deixando de lado as justificativas e desculpas, pode ser uma árdua tarefa para milhares de pessoas, inclusive para você que está lendo está matéria agora. Visando oportunizar novos caminhos de autoconhecimento aos seus ouvintes, o “É Notícia no Rádio” deste sábado (18) destacou o Coaching, tido como o processo que visa identificar o potencial e desenvolver habilidades do Coachee (a pessoa que se submete ao processo), através da entrevista com o Psicólogo em Formação e Coach Integral Sistêmico (profissional que aplica o processo), Aroldo Ferreira.

Todo indivíduo pode se tornar quem ele quiser através de seu potencial infinito, que, usado plenamente, promove resultados extraordinários em todos os aspectos de sua vida, seja pessoal ou profissional. Mesmo com essa força realizadora inerente, a maioria das pessoas não conseguem acessa-la, devendo-se principalmente pela falta de autoconhecimento. Nesse sentido, entra em cena o coach, profissional que tem como missão auxiliar estas pessoas a encontrarem a si mesmo, bem como suas potencialidades, para que despertem suas melhores versões.

A essência do Coaching está em fornecer suporte para que o indivíduo aprimore, se transforme e evolua. Assim como, auxilia-o a seguir na direção certa para seu estado desejado. Para tanto, o processo de Coaching dispõe de dois tipos de formação: Coach Tradicional e Coach Integral Sistêmico. “No caso do Tradicional, o profissional escolhe uma área de atuação, como por exemplo, a Business. Já o Integral Sistêmico atua em todas as áreas. Assim, tal profissional da formação sistêmica, terá uma habilidade maior para atuar e instruir os participantes nas áreas em que eles tem uma maior deficiência. Uma vez que este bloqueio, digamos assim, poderá ser a causa de outras pendências ou impedimentos,” frisou o profissional em Coach, Aroldo.

Habilitado para o exercício do Coach Integral Sistêmico pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico (FEBRACIS), Aroldo Ferreira explicou que além da razão, esta formação trabalha com mais intensidade o emocional da pessoa submetida ao processo. “Além da linha Tradicional, o Coach oferece a vertente do Integral Sistêmico, onde mergulhamos em áreas mais profundas do ser humano, como a emoção”, explicou o profissional e acrescentou: “Uma vez que para todo objetivo ou para toda caminhada nós precisamos estar de forma harmônica em todos os pilares de nossa vida, pois até para se ter uma estabilidade financeira é necessário que o emocional esteja preparado para enfrentar qualquer eventualidade”.

Segundo o Instituto Brasileiro de Coaching, o Coach pode ser considerado um treinador que assessora o cliente (Coachee), levando-o a refletir, chegar a conclusões, definir ações e, principalmente, agir em direção a seus objetivos, metas e desejos. Diante desta concepção, um ouvinte indagou Aroldo ao perguntar porque existem indivíduos que tem curso superior ou pós-graduação, por exemplo, mas nunca conseguem ocupar um lugar no mercado de trabalho. “Muitas pessoas atribuem ao estudo, a uma pós-graduação ou uma especialização, a satisfação e sucesso profissional; mas isto necessário não estão ligados. O que vai fazer com que você tenha sucesso na área almejada, no caso profissional, são seus próprios sentimentos e ações,” explicou. O Coach pontuou ainda que nestes casos, levando em consideração as peculiaridades de cada caso, o processo de Coaching atua no equilíbrio da inteligência emocional do profissional em questão para que ele possa decidir, agir e realizar os seus sonhos.

Um aspecto que o psicólogo em formação, Aroldo, frisou durante a entrevista é que o Coach não trabalha com sintomas psicopatológicos causados por doenças mentais, mas pequenos traumas, medos e ansiedades. Quanto os resultados, o profissional explicou que a pessoa submetida ao processo precisa de engajamento e disciplina para sair da sua zona de conforto e buscar novas perspectivas de autoconhecimento. Caso contrário, o Coaching não conseguira sozinho obter os resultados esperados. “Os resultados são surpreendentes, podendo chegar aos 100%, quando existe um elo de comprometimento este o profissional que ministra o processo e a pessoa que estar o vivenciando,” disse Aroldo.

Para as pessoas que buscam um aprofundamento individual no desenvolvimento de suas habilidades pessoais e profissionais, o processo leva 12 sessões, sendo uma por semana. Já os treinamentos coletivos, como por exemplo, o “Poder da Ação”, acontece em dia. No play abaixo, você confere a entrevista na integra onde obterá outras informações sobre a atuação, os métodos e as formas de como participar no Coaching. Se preferir, poderá entrar em contato com Aroldo através do Facebook ou Instagram: @ContatoAroldoFerreira; ou pelo WhatsApp (81) 9.9903-1610.



O PROGRAMA

O “É Notícia no Rádio” destacou ainda que segundo a Polícia Federal, empresas maquiavam carne vencida e subornavam fiscais de ministério; Suape oferece 120 vagas para cursos gratuitos com certificado; Petrobras anuncia aumento de 9,8% no preço do gás de cozinha; Após fim do novo prazo, proposta de reforma da Previdência tem 164 emendas; Dilma e Lula vão participar de inauguração simbólica da transposição do São Francisco, além dos lances da sexta rodada do Campeonato Pernambucano e as dicas de Cinema para este final de semana.

O programa vai ao ar, todos os sábados, das 7h às 8h da manhã pela rádio IGM 88.9. Além do blog “É Notícia”, os ouvintes podem enviar as suas sugestões de pautas pelo WhatsApp (81) 9.8907-5045.

Por Antonio Carlos
Jornalista DRT PE 6154

Nenhum comentário:

Postar um comentário