quinta-feira, 16 de junho de 2016

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe entrega de Sala de Leitura e Certificados de Qualidade à produtores de doce em Poço Fundo


A noite da última terça-feira (14) foi de grandes realizações para a população do distrito de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe. A Prefeitura Municipal, através das secretarias de Educação e de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, entregou a nova Sala de Leitura da Escola Municipal Maria José e quatro certificados de produtores de Doce Caseiro Poço Fundo as famílias doceiras mais antigas da localidade.

A sala de Leitura Severina Barbosa da Silva Siqueira – Dona Sinina (em memória) e o reconhecimento gastronômico e cultural do “Doce Caseiro Poço Fundo” visam aprimorar o conhecimento intelectual da classe estudantil e oferecer novas oportunidades de mercado para o doce, respectivamente. “A implantação da Sala de Leitura, homenageando Dona Sinina, e o reconhecimento público da qualidade do Doce refletem o quanto esta terra é celeiro de pessoas comprometidas, por meio do seu trabalho, com o desenvolvimento educacional e econômico de nosso distrito,” pontuou o prefeito Edson Vieira.

Segundo a Secretaria de Educação, Claudenice Dias, mais de 500 alunos da rede municipal de ensino serão contemplados com a implantação dessa nova Sala de Leitura. “Hoje a leitura e a compreensão de textos tem sido a principal metodologia utilizada pelo ENEM, concursos públicos e processos seletivos para ingresso no aluno na instituição. Então, diante deste novo quadro, optamos por ampliar a biblioteca e implantar esse espaço de leitura direcionado aos alunos da zona rural. Sem falar, na satisfação de poder homenagear a ex-diretora desta escola, Dona Sinina, professora dedicada e comprometida com a educação dos alunos de Poço Fundo”, declarou a secretária.

Produzido e comercializado informalmente desde 1930 por algumas famílias do distrito, os doces caseiros de Poço Fundo, tornaram-se agora uma marca comercial como identidade visual, certificado de qualidade e site (www.docepocofundo.com.br). “A partir da concessão destes cerificados e do lançamento do site, nos voltamos para as novas oportunidades de negócios e crescimento econômico para as quatro famílias produtoras de doce há quase um século. Uma cultura que ultrapassa gerações e se mantem como a principal fonte de renda dos doceiros,” ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Meio Ambiente, Bruno Bezerra.

Durante o ato público foram entregues os certificados aos produtores de doce Rubens Wanderley, Maria Helena, Maria Assunção e Geneilza Lima. O projeto de resgate da história e incentivo aos produtores de doce caseiro de Poço Fundo estrutura seus objetivos na valorização e preservação da cultura do doce, da própria história das pessoas e do lugar, valorização do produto e do produtor no mercado e promoção da cultura empreendedora e criação de oportunidades e possibilidades de negócios.

Na ocasião foi assinado ainda o Projeto de Lei que declara o Doce Caseiro de Poço Fundo Patrimônio Cultural e Imaterial Gastronômico santa-cruzense. Participaram do ato os vereadores Afrânio Marques, Dida de Nan, Klemerson Ferreira, Zé Minhoca, Ronaldo Pacas e Zé Elias, o Subprefeito Val Alves e familiares da professora Severina Barbosa.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário