domingo, 5 de junho de 2016

Fogoió dos Oito Baixos solta o fole da sanfona no “É Notícia no Rádio”

Fotos: Flávio Amorim / É Notícia no Rádio
Nada melhor que começar Junho, o mês dos festejos juninos, ao som de uma sanfona de 8 baixos, assim foi a edição do “É notícia no rádio” deste sábado (04); que teve o privilégio de receber um dos homenageados do São João da Moda 2016, João Balbino da Silva, o Fogoió dos 8 baixos. Em virtude de um contratempo, José Marcelo, filho do segundo homenageado Antônio de Dulce (em memória) não pode comparecer ao programa. 
Nascido em caruaru, agricultor, o primeiro instrumento tocado por João Balbino foi uma gaita, mas ele tinha um sonho de tocar sanfona de 8 baixos. Segundo ele, os vizinhos rurais achavam impossível um agricultor, sem tanta instrução, ser capaz de tocar um instrumento e se apresentar pelo Brasil afora. Convicto do seu desejo, vendeu sua gaita, alguns animais e finalmente, aos 25 anos comprou sua primeira sanfona. “A primeira vez que eu cantei, ganhei Crz 100,00, na época era um bom dinheiro, com ele fiz três feiras. Então, depois deste acontecimento, decidir não queria mais parar de tocar,” lembra João Balbino.

Integrante da única orquestra sanfônica de 8 baixos no Brasil, localizada em Santa Cruz do Capibaribe, as apresentações são conduzidas apenas pelo som das sanfonas, sem a participação de vocais; mas Fogoió tem a sua própria banda com cantores e demais instrumentistas, viajam o todo ano fazendo shows ou abrindo cerimonias pelo Nordeste.

Instrumento difícil de ser tocado, segundo Fogoió, a sanfona de 8 baixos tem nomes peculiares, a depender da região. No sul é conhecida como gaita-ponto, gaita de duas conversas ou cordeona de oito baixos. Já no nordeste, atende por fole de oito baixos, concertina, realejo, harmônica ou pé-de-bode. Na região sudeste, sobretudo em Minas Gerais, é popularmente conhecida como cabeça-de-égua. No Espírito Santo, pode ser chamada de bandona, e no interior do Rio de Janeiro, muitas vezes é denominada como testa de ferro ou concertina. E por aí afora ainda pode carregar outros apelidos como botoneira, gaita de colher ou verduleira. Tantas denominações diferentes para um mesmo instrumento, o acordeom diatônico, que no Brasil é mais popularmente conhecido por sanfona.


Diferente da sanfona 120, a sanfona de 8 baixos é mais difícil de tocar e a grande maioria, se não todos os tocadores desse nobre instrumento, em extinção, aprenderam a tocar de ouvido, poucos são os que aprenderam em escola, segundo fogoió. Ao ser perguntado pela emoção de tocar para grande plateia, não conteve a emoção: “Não sei nem responder, pois ter vindo da zona rural, tocar e fazer a diversão das pessoas é algo indescritível, sei que um dia quando for embora, terei deixado minha história,” frisou o sanfoneiro.

Pai de três filhos, sua lenda está sendo transmitida não de pai pra filho, mas de avô para neto. “Outra grande felicidade é ver meu netinho dando os primeiros toques na sanfona. Fogoío dos 8 baixos se apresentará dia 09 de junho, no lançamento oficial do São João da Moda 2016; dia 11, no Forro da Cidadania; no dia 22, na abertura do são João da Moda com orquestra Sanfônica; e no dia 25 apresenta-se sozinho no Polo Arraial do Povão, na Capital da Confecção; além das tradicionais quadrilhas de rua e das escolas públicas do município.


HOMENAGEM POSTUMA A ANTONIO DE DULCE

Foto: Jairo Gomes
O segundo homenageado do São João da Moda 2016 é Antônio Gonzaga de Queiroz, popularmente conhecido como Antônio de Dulce, com quem teve 9 filhos. Aos 75 anos, considerado parte da "velha guarda" da cidade, o seresteiro faleceu no dia 20 de maio deste ano, vítima de infarto. Mecânico de mão cheia, seu Toinho trabalhava desenvolvendo borracha para automóveis, recondicionava amortecedores e terminais de direção. Mas ficou conhecido na Capital da Confecção, como carnavalesco e incentivador na cultura nordestina.

Nesta 21ª edição, o “É Notícia no Rádio” repercutiu a demissão de Fabiano Silveira, Ministro da Transparência, após vazamento de áudio; a reunião de vereadores com donos de bares e restaurantes para discutirem o funcionamento dos respectivos estabelecimentos através do Termo de ajustamento de conduta (TAC); a orientação de especialistas em Direito Eleitoral no 2º Encontro das Assessorias de Comunicação das Prefeituras Pernambucanas; a representação de Pernambuco na XX conferência Nacional dos legisladores e legislativos estaduais; a implantação do Centro de Parto Normal regional em Santa Cruz do Capibaribe; a abertura do festival de quadrilhas “Biu de gogó”; a realização do II Fórum Comunitário do Selo da Unicef em Santa Cruz do Capibaribe e finalizando o bloco de notícias com as dicas de cinema.

O PROGRAMA

O “É Notícia no Rádio” vai ao ar, todos os sábados, das 7h às 8h da manhã pela rádio IGM 88.9. Além do blog É Notícia, os ouvintes podem enviar as suas sugestões de pautas pelo WhatsApp (81) 9.8907-5045.

Por Josy Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário