terça-feira, 3 de maio de 2016

Procon abre inscrição para Mutirão dos Superendividados


No intuito de viabilizar a renegociação entre consumidor e prestadoras de serviço, a Prefeitura Municipal, através das secretarias de Governo e de Cidadania e Inclusão Social, irá promover o Mutirão dos Superendivididos em junho, na praça CEU.

Para participar do projeto, o consumidor deverá se dirigir à agência do Procon entre os dias 02 e 31 de maio, munido de duas cópias de RG, CPF, comprovante de endereço e da existência do débito para que possa efetuar a inscrição. “É importante destacar que este evento não irá promover a discussão quanto à existência da dívida, mas propor medidas de renegociação e ajustes de conduta entre credores e devedores,” destacou o gestor interno do Procon, Thalys Henrique.

O mutirão não se destina apenas aos consumidores devedores do município de Santa Cruz do Capibaribe, mas também de cidades vizinhas como Taquaritinga do Norte, Toritama e Brejo da Madre de Deus, alcançadas pelo órgão conciliador. “Assim que o consumidor efetuar a inscrição, nós iremos estudar o caso e durante o Mutirão dos Superendividados, iremos propor soluções que estejam de acordo com a realidade do consumidor e dentro das diretrizes do Banco Central,” explicou Thalys.

Nesta primeira edição, o mutirão atenderá exclusivamente os consumidores inadimplentes com a Celpe, Compesa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander. Outras informações podem ser obtidas na agência do Procon situada na Avenida Padre Zuzinha, 496, centro, ou pelo fone (81) 3731-0313. A instituição fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de 2015, apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o cartão de crédito foi o principal responsável pelo endividamento. A modalidade de pagamento foi a responsável pela maior parte da dívida para 76,1% das famílias. Em segundo lugar ficou o carnê, apontado por 16,9% dos entrevistados.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário