quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

ONG Pão é Vida realiza 5° Natal com mesa farta no sertão de Pernambuco


Arrecadar alimentos e leite, montar centenas de cestas básicas, carregar caminhão e viajar para o sertão de Pernambuco, achou muito? Essa é apenas a primeira parte do trabalho desenvolvido pela ONG (Organização Não Governamental) Pão é Vida. Há cinco anos, sempre na primeira semana de dezembro, a instituição promove o projeto “Natal com mesa farta”, para pessoas carentes e castigadas pela seca no estado.

Idealizada pelo casal de missionários da Primeira Igreja Batista em Santa Cruz do Capibaribe, Ronaldo Henzel e Joana D’arc, a iniciativa reuniu 27 voluntários de várias denominações na realização da segunda etapa do projeto. “Na sexta (04) quando chegamos ao município de Manari, começamos os preparativos para a grande ceia natalina, uma refeição ofertada gratuitamente em um espaço comunitário da localidade. No sábado, os moradores sedentos começaram a chegar, pois muitas deles, caminharam horas até o centro social da ONG Pão é Vida,” contou Ronaldo.

A proposta do “Natal com mesa farta” e levar as famílias em estado de vulnerabilidade social do sertão pernambucano, momentos de aprofundamento espiritual e interação entre os familiares e amigos. A campanha de arrecadação de alimentos começou no mesmo instante em que a recessão econômica de abateu sobre o país. “A fé em Deus nos impulsionou a dá o primeiro passo independente das circunstancias. Quando nos deparamos com a gratidão de uma mãe ao receber latas de leite para o seu filho de colo, percebemos mais uma vez o cuidado de Deus com aquelas vidas e como ele envia pessoas para nos ajudar nessa missão,” declarou Joana.

A iniciativa reúne anualmente membros de diversas igrejas evangélicas e voluntários de Santa Cruz do Capibaribe. “Pra mim é muito satisfatório ser útil aqueles que mais precisam. Eu não imaginava que pudesse existir tantas pessoas morando em meio a seca, a distância, a escassez de alimentos e principalmente de dignidade humana,” relatou Yasmisa Monise. Além dos voluntários da ONG, o projeto conta com o apoio da PIB, escola professor Pedro Augusto Carneiro Leão e Rota do Mar.

Além da distribuição de 307 cestas, a Pão é Vida acolheu os moradores com atividades recreativas, momento de oração e um almoço para aproximadamente 500 pessoas, entre crianças e adultos. Outras iniciativas podem ser acessadas pelo blog da instituição (ongpaoevida.blogspot.com.br). Mas do que doações financeiras, a ONG Pão é Vida precisa de braços dispostos a lutar por essa causa.

Antonio Carlos
Fotos: ONG Pão é Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário