quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Galego de Mourinha responde a mais de 20 ações na justiça e pode comprometer temática das “mãos limpas” nas eleições de 2016

Foto: Blog do Ney Lima
O pré-candidato a vice-prefeito pelo grupo Taboquinha, Galego de Mourinha (PTB), pode acabar comprometendo a temática das “mão limpas” propagada para a formação da chapa majoritária que deverá ser encabeçada por Fernando Aragão (PROS) para disputar as eleições de 2016 em Santa Cruz do Capibaribe. Na semana passada Galego comentou sobre um suposto esquema de doações de terrenos públicos, segundo ele motivado pelos ex-prefeito Toinho do Pará e pelo ex-vice-prefeito Zé Elias. Nas afirmações Galego citou que na época havia informado a Dimas Dantas sobre o que estava acontecendo.

Na última sexta-feira (18) a situação se complicou quando Dimas Dantas, em entrevista à Rádio Polo FM, afirmou não lembrar claramente da conversa e disse que não acreditava que Galego de Mourinha estava isento de culpa nas supostas doações de terrenos públicos. Na terça-feira (22), o ex-vice-prefeito Zé Elias disse também em entrevista que caso tenha havido prática ilícita a responsabilidade seria de Galego de Mourinha, já que tudo na Secretaria de Obras passava pelas mãos dele.
Foto: Blog do Ney Lima
Após as entrevistas, o Blog do Ney Lima realizou um levantamento sobre a situação jurídica de Galego de Mourinha e encontrou 21 ações em que Galego responde como “polo passivo (réu, acusado ou querelado, dependendo da ação)”, sendo:
  • Uma ação por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público;
  • Três ações de natureza criminal;
  • Um execução de título extrajudicial;
  • Uma ação ordinária;
  • 10 execuções fiscais movidas pela prefeitura por não pagamento de tributos municipais;
  • Cinco execuções fiscais movidas pelo Governo do Estado por não pagamento de tributos estaduais;
  • Na Justiça Federal existe ainda uma execução fiscal com pedido de bloqueio de bens e cotas de empresas nas quais Galego de Mourinha é sócio: 

Nos bastidores do Grupo de Oposição muito se comenta sobre uma possível insustentabilidade de Galego de Mourinha na chapa majoritária que pretende disputar as próximas eleições.

Fonte: Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário