quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Santa Cruz do Capibaribe reforça combate ao Aedes aegypti


Na manhã desta segunda feira (09), o secretário de Saúde de Santa Cruz do Capibaribe, Breno Feitoza, participou de uma série de entrevistas junto com o coordenador de Vigilância Epidemiológica da IV GERES (Gerência Regional de Saúde) do estado de Pernambuco, Efraim Naftali. Na oportunidade eles anunciaram reforço às ações para combater o mosquito Aedes aegypti no município, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. 

Entre os trabalhos já iniciados está a chegada de um carro fumacê do Governo do Estado para atuar junto ao serviço do município na aplicação de inseticida nos bairros que apresentam maiores índices de infestação do mosquito, de acordo com levantamento prévio da Vigilância Ambiental. 

Segundo Efraim, o fumacê esteve na cidade de Jataúba e depois de Santa Cruz do Capibaribe seguirá para os distritos de Pão de Açúcar e São Domingos, além de Toritama e cidades vizinhas, uma vez que toda a região apresenta as mesmas condições. "É um problema do estado inteiro, já se confirmaram mais de 40 mil casos de Dengue. Estamos trabalhando junto com a Secretaria de Saúde de Santa Cruz, que atende casos locais e das cidades vizinhas. O município vem se destacando nesse combate, fazendo as coletas de sangue e nos enviando, o trabalho está sendo louvável, porém a população tem que fazer a parte dela com os cuidados dentro de casa", declarou. 

O secretário Breno Feitoza falou das ações que a Secretaria de Saúde desenvolve e também destacou a importância da população no combate ao mosquito. “Todos estamos vulneráveis ao Aedes aegypti, por isso estamos em situação de alerta total. Nossos agentes estão verificando as residências e orientando os moradores a fazerem sua parte, desde 2013 realizamos limpeza no Rio Capibaribe junto com outras secretarias, implantamos o Zapdengue, fazemos campanhas constantes como a Dengue Zero e agora vamos iniciar um mutirão com as secretarias de Serviços Públicos e Educação, além do fumacê do estado que vai ficar aqui o tempo necessário", pontuou o secretário. 

Zapdengue – canal pelo qual a população pode informar à Secretaria de Saúde possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, enviando fotos e vídeos com o endereço da localidade para que o departamento de vigilância possa verificar. O contato é (81) 99914-2764.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário