quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Hospital Materno Infantil intensifica números de atendimentos


Tido como referência no Agreste em parto normal, o Hospital Materno Infantil Silvio Romero Gonçalves Monteiro vem superando mensalmente os seus próprios índices de atendimento. A prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através de Secretária de Saúde, mantem a unidade 24h a disposição da população para procedimentos de urgência e emergência de pessoas entre 0 e 15 anos de idade. A reativação e reestruturação da sala de parto e a entrega de sala de urgência e emergência, além de instalação uma brinquedoteca, foram algumas das ações implantadas pela gestão. “Trabalhamos diariamente para que a população de Santa Cruz do Capibaribe tenha acesso a um serviço de saúde de qualidade. O nosso compromisso se renova a cada vez que um cidadão santa-cruzense nasce em nossa terra,” frisou o prefeito Edson Vieira. Desde o início do atual governo, já foram investidos mais de R$ 2,5 milhões em melhorias no atendimento à população.

Segundo dados do Materno Infantil, somente no mês de outubro, quase 5 mil atendimentos de emergência pediátrica. “Esses números refletem apenas uma ala de atuação do hospital. Contamos ainda com atendimento de emergência obstétrica, nebulizações, curativos, suturas, nebulizações, entre outros,” destacou a diretora do hospital, Joselma Bezerra. De janeiro de 2013 a maio de 2015, mais de 14 mil procedimentos na área de emergência obstétrica foram executados pela unidade de saúde.

O serviço de Raio-X da unidade atende a todas as faixas etárias da população, sem a necessidade de agendamento. Basta apresentar a solicitação do exame, emitido por médico do SUS. “Como alguns municípios próximos estão como seus aparelhos em manutenção ou desativados, acabamos recebendo essa leva extra de usuários. Devido à gravidade de alguns casos, imediatamente fazemos o engessamento do membro afetado,” explicou a diretora Joselma Bezerra. Neste final de semana, dos 479 atendimentos prestados pela unidade, 166 foram realizados com usuários de outros municípios. “Como no hospital de Taquaritinga do Norte não tinha médico para atender, tive que vir para Santa Cruz do Capibaribe. Mesmo com a grande demanda de pessoas para se consultar, fui muito bem atendida e meu filho já está na fase de observação,” contou a costureira e moradora de Pão de Açúcar, Quiara Tatiane.

A intensificação nos atendimentos acima da média diária do Materno Infantil está acontecendo em virtude de um surto de virose que se abateu sobre a região e tem feito com que a população local e de outros municípios recorram as unidades de saúde da Capital das Confecções. Diariamente, o Materno Infantil conta com médicos pediatras, enfermeira obstetra e técnicos de enfermagem. Além de um espaço dedicado para mulher que teve seu filho recentemente, leito e observação infantil.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário