quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Gestores das 25 escolas municipais debatem o programa Federal Base Nacional Comum Curricular


A prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, por meio da Secretaria de Educação, apresentou aos gestores das 25 escolas municipais, na manhã da última sexta-feira (06), o programa Base Nacional Comum Curricular.

O objetivo da Base Nacional Comum Curricular é sinalizar percursos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes ao longo da Educação Básica, compreendida pela Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, capazes de garantir, aos sujeitos da educação básica, como parte de seu direito à educação. Ao falar sobre o tema, o prefeito Edson Vieira (PSDB), disse que os profissionais da educação estão aptos para cooperar com a formulação deste programa. “Tudo que vier para melhorar a nossa educação é válido, tenho certeza que os profissionais que fazem a educação em Santa Cruz do Capibaribe, vão colaborar com este programa federal da melhor forma possível”. 

“É uma forma interessante que o MEC viu para que todos possam ajudar com a educação do país. Com empenho e participação vamos construir uma educação de qualidade para nossas crianças, adolescentes e jovens”, contou Joselito Pedro, secretário de Educação. A Base Nacional têm dois rumos importantes: primeiro, a formação tanto inicial quanto continuada dos professores vão passar por mudanças. Segundo, o material didático deverá passar por alterações significativas, tanto pela incorporação de elementos audiovisuais (e também apenas áudio, ou apenas visuais) quanto pela presença dos conteúdos específicos que as redes autônomas de educação agregarão.

“Mesmo com um prazo rígido e curto a ideia é muito boa, sempre reivindicamos esses espaços, e de alguma forma poder contribuir com a educação brasileira é um importante avanço”, destacou Vaniara Silva, Gestora da Creche Terezinha Figueiroa de Siqueira. A Base Nacional Comum Curricular está sendo redigida por representantes de 35 universidades e dois institutos federais de educação, ciência e tecnologia; professores das redes públicas estaduais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário