quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Saúde de Santa Cruz do Capibaribe é referência no Agreste


O setor de saúde de Santa Cruz do Capibaribe já é referência na Região do polo confecções. Com a saúde pública do país atravessando problemas, vários cidadãos de outros municípios tem procurado atendimento nas unidades de saúde no município. 

Além dos grandes benefícios como a aquisição e ampliação de novas ambulâncias, reativação dos 18 PSF´s com médicos todos os dias, ampliação e reforma da estrutura no hospital Raimundo Aragão, construção do AME infantil, abertura do AME com mais de 20 especialidades, inauguração do CTA/SAE entre outros, o sistema de saúde da cidade terá mais dois grandes avanços nesse ano de 2015. 

Até o final do ano, o prefeito Edson Vieira pretende entregar a população o laboratório 24hs e a UPA. A implantação dessas unidades vai ampliar ainda mais a oferta de especialidades de urgência. 

Segundo o secretário de Saúde, Breno Feitoza, o setor está funcionando devido a priorização no setor, determinado pela gestão, pois o município vem tendo vários cortes nos repasses repassados pelo Governo Federal.

“Desde 2013, a União vem diminuindo verbas da saúde, pra se ter uma ideia o município recebe cerca de 250 mil reais por mês pra manter os dois hospitais e as três policlínicas, onde só o hospital tem uma folha de pagamento de cerca de 900 mil reais. 

Esse empenho do prefeito, faz com que as unidades tenham plantonistas todos os dias, com isso nossa responsabilidade de manter essa estrutura com menos dinheiro fica ainda maior em oferecer melhor serviço de saúde a população, inclusive a população de outros municípios que migram naturalmente para o hospital de Santa Cruz, que se tornou referência na microrregião do polo de confecções”, comentou Breno Feitoza.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário