quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Resumo da reunião da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe


Na tarde desta quinta feira (06) aconteceu mais uma reunião da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, onde aconteceram fortes embates entre os vereadores das duas bancadas, um dos assuntos que predominaram na tribuna foi com relação ao caso da KMC.

Confira os discursos:

Zé Minhoca (PSDB)
Com o início das reuniões ordinárias da Câmara Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, o vereador Zé Minhoca começou seu discurso dando as boas vindas ao vereador Junior Gomes, que retornou seus trabalhos na Câmara. Minhoca continuou falando acerca do presídio, relatou sobre o fato dele ter chamado atenção de melhorias para o presídio e informou sobre a instalação das câmeras de segurança no presídio. Zé Minhoca falou sobre a questão das ações do prefeito Edson Vieira, que é a questão da disponibilidade de internet na cidade, onde de acordo com o parlamentar a internet deve ser implantada em toda cidade. “Vou a Brasília mais uma vez e vou cobrar do Deputado Bruno Araújo e vou levar essa problemática da internet. Ele colocou emenda para uma cidade de 40 mil pessoas, Santa Cruz tem cem mil habitantes. Nós estaremos brigando por essa internet grátis e se não for via Bruno Araújo, que venha por meio de outro deputado”.

Carlinhos da Cohab (PSL)
O vereador Carlinhos da Cohab usou a tribuna para fazer críticas a gestão municipal, onde relatou que ainda existem alunos sem ir para escola. Carlinhos relembrou a questão do Processo da KMC, onde o mesmo fazia fiscalização acerca da empresa. “Eu lembro que quando eu ia, junto com os vereadores Ernesto e Deomedes para Itapetim e toda vez os vereadores da situação diziam que a gente não tinha o que fazer. Mas, agora a população pode ver quem estava falando a verdade, porque o prefeito Edson Vieira entra para a história de Santa Cruz do Capibaribe como o primeiro prefeito da história que tem os bens bloqueados por improbidade administrativa”.

Ronaldo Pacas (PSDC)
O vereador Ronaldo Pacas iniciou seu discurso dando as boas vindas ao vereador Junior Gomes pelo seu retorno. Ronaldo aproveitou para falar sobre a importância de Junior na secretaria de Serviços Públicos e continuou seu discurso relatando acerca da KMC. “Aproveito para esclarecer ao vereador José Carlos, que assim como ele, nós da situação também fomos a Itapetim e lá tem sim o escritório da KMC, então não podemos falar de empresa fantasma. Nós temos que debater os assuntos que interessam ao nosso município. O trabalho não vai parar e acredito que esta casa não vai ser palco somente da politicagem.

É nossa função fiscalizar e acompanhar o crescimento de nossa terra. Essa casa não pode se transformar novamente em um picadeiro”. Ronaldo finalizou seu discurso solicitando ao vereador Carlinhos da Cohab, para que ele lhe ensinasse como se faz um “moi de buraco”.

Afrânio Marques (PDT)
O vereador Afrânio Marques deu início ao seu discurso defendendo o bom andamento dos trabalhos da Câmara de Vereadores, onde relatou que é preciso que todos os parlamentares tenham responsabilidade ao tratar de determinados assuntos, uma vez que o caso da KMC não tem nada julgado. “O que existe é uma acusação, onde o prefeito vai se defender”.

Afrânio deu continuidade ao seu discurso falando sobre a problemática da seca, onde o mesmo trouxe dados em que a estiagem está assolando Santa Cruz. “Enquanto ocorre tantos problemas, como este da seca, nós vemos que muitos preferem fazer estardalhaço com certos assuntos e esquece de problemas que vão afetar a vida da nossa população. Como vai ficar o Moda Center quando a água acabar? Nós já fomos a Brasília e ao Recife, através da Comissão de Convivência com a Seca e fica um jogo de empurra-empurra do governo do Estado para o Governo Federal. O que é que vai acontecer nesta cidade, quando a mesma só for abastecida por carros pipas?”. O discurso do vereador foi elaborado com várias interrogações e enfatizou a importância da Sociedade Civil Organizada, que vai organizar no próximo dia 28, uma Audiência Pública para discutir a problemática da seca.

Helinho Aragão (PTB)
O discurso do vereador Helinho Aragão enfatizou que o caso do bloqueio das contas do prefeito, devido a questão da KMC. “E agora eu me recordo, vereador Carlinhos, Ernesto e Deomedes, eu lembro que a denúncia de vocês foi muito descredibilizada, tentaram descredibilizar a todos vocês e me relembro que na oportunidade vocês me diziam que iam investigar e caso tivesse problemas seria denunciado ao Ministério Público. Mas, o que nós temos visto e acompanhado é a revolta da população nas redes sociais. Este caso foi manchete em todos jornais do Estado”.

Helinho falou ainda sobre a insegurança que está assolando Santa Cruz do Capibaribe e finalizou seu discurso relatando uma série de problemas, como a questão dos buracos, muriçocas e atraso dos servidores em Santa Cruz do Capibaribe.

Pipoca (PMN)
O vereador Pipoca iniciou seu discurso dando ênfase a uma frase machista do vereador Carlinhos da Cohab, onde o mesmo teria dito uma frase, em que, segundo o vereador, desmerece as mulheres santa-cruzense. “Eu fico triste quando vejo um vereador jovem, que inclusive teve votos de mulheres ter um comportamento desse”.

Pipoca defendeu a gestão municipal, onde de acordo com ele, o prefeito Edson Vieira tem feito um trabalho relevante para a cidade. Ele elencou uma série de ações que serão iniciadas nos próximos dias e que irão beneficiar diretamente a população da cidade. “Nós temos estamos fazendo um trabalho relevante em nosso município. Temos que ter consciência e fazer política para beneficiar as pessoas. Por exemplo, já fomos a Brasília e a Recife para reivindicar melhorias para o nosso povo”.

Junior Gomes (PSB)
Voltando a casa com o mesmo jeito peculiar de discursar, o vereador Junior Gomes trouxe à tribuna da Câmara de Vereadores, um discurso forte, onde iniciou falando sobre a dobradinha do vice-prefeito Dimas Dantas com o Deputado Federal Eduardo da Fonte.

O vereador Junior Gomes respondeu ao vereador Carlinhos da Cohab, acerca de uma crítica que o mesmo fez a gestão do vereador Junior Gomes a frente da Secretaria de Serviços Públicos. “Enquanto os vereadores da oposição vão para rádio conversar bobagem, o nosso grupo tem trabalho prestado a Santa Cruz do Capibaribe. Enquanto a gente traz uma série de ações para nossa cidade, ficam essas criaturas perdendo tempo em um programa de rádio”.

Zé Elias (PTB)
O vereador Zé Elias usou a tribuna para levar ao conhecimento das suas ações e parcerias que tem feito com a prefeitura e secretarias de governo, onde o mesmo faz uma série de requerimentos e sempre os ver sendo atendidos. Zé Elias aproveitou para fazer um apelo ao presidente da Câmara, a fim de que a mesma convide o povo para ir à Audiência Pública, no dia 28 de agosto.

“Aqui tem um problema muito sério que é a segurança em Santa Cruz e região. Então, temos que nos unir, situação e oposição, para irmos ao governador do Estado cobrar melhorias para a segurança de Santa Cruz do Capibaribe”. O vereador Zé Elias, como sempre, fez um discurso com sua prestação de contas do seu trabalho.

Galego de Mourinha (PTB)
O vereador Galego de Mourinha iniciou seu discurso falando sobre os vereadores de situação, onde os mesmos estão sempre defendendo o prefeito Edson Vieira. “Eu quero parabenizar o vereador Zé Minhoca, porque ele veio aqui nesta tribuna e falou que Santa Cruz só tem problemas e, realmente só tem problemas mesmo. A justiça bloqueou os bens do prefeito Edson Vieira, não foram os vereadores não, foi o juiz, Dr. Idelmar”.

Galego de Mourinha aproveitou para defender o vereador Carlinhos da Cohab, pois o mesmo foi muito criticado pelos vereadores da situação. “Esse fato com Carlinhos, ele pode até ter errado, mas conhecendo você como conheço, tenho certeza que não foi sua intenção faltar com respeito às mulheres de Santa Cruz do Capibaribe”. O vereador finalizou seu discurso relembrando o caso da reunião em que os vereadores e o prefeito esteve reunido com o secretário de segurança pública do Estado.

Vânio Vieira (PSDB)
O vereador Vânio Vieira fez um discurso falando que o fato que o fez sair da bancada de situação, de acordo com ele, foi por não concordar. Dirigindo-se aos vereadores da bancada de situação, Vânio relembrou de uma reunião que aconteceu na câmara. “Hoje eu quero me dirigir aos vereadores de toda a bancada da situação. Pergunto se os senhores teriam coragem de vir a esta tribuna para falar sobre a reunião em que tivemos na sala da presidência, ainda quando o presidente era o vereador Junior Gomes. Na oportunidade eu discordei de várias coisas e lembro como hoje, em que o presidente Junior se irritou e falou que ou a gente está com o governo ou não estar”. Vânio fez um discurso polêmico.

Dida de Nan (PSDB)
Com um discurso forte, o vereador Dida de Nan relembrou momentos da campanha eleitoral, onde o mesmo fez algumas críticas a forma de atuação do vereador Vânio Vieira e criticou a oposição por já julgar o atual prefeito, assim como julgaram o então candidato, Dimas Dantas na época de campanha.

“Na campanha eleitoral, esse grupo que aí está, chamou o vice-prefeito Dimas Dantas de corrupto, chamou Dimas de Ladrão e hoje está todo mundo junto. A política aqui em Santa Cruz do Capibaribe é uma vergonha, eu não gosto desse tipo de coisa, eu fui criado no sítio. Eu vim aqui trabalhar, eu vim aqui para mostrar meu trabalho. Aí o vereador Vânio Vieira vem aqui chamar o prefeito de ladrão de uma coisa que ainda nem foi resolvido. Eu só peço que o vereador me respeite! Eu sou da paz, eu sou da igreja, eu vim aqui para trabalhar”.

Fernando Aragão (PROS)
O vereador Fernando Aragão fez um discurso com ênfase na questão da KMC, onde o mesmo relatou acerca do bloqueio nas contas do prefeito Edson Vieira. Fernando falou ainda sobre a forma como se tem utilizado o poder na casa do povo, em que segundo o vereador, usa-se de dois pesos e duas medidas.
Fernando Aragão fez um discurso reflexivo, relembrando políticos de outrora, como Raimundo Aragão e Braz de Lira. “Que saudade”! exclamou o vereador. Fernando continuou seu discurso falando que o povo de Santa Cruz do Capibaribe precisa dar um basta em muita situações.

Zezin Buxin (PSDB)
O vereador Zezin Buxin falou em seu discurso sobre os julgamentos que a população tem feito acerca do pensamento que muitos têm sobre os políticos. “Eu acho engraçado porque muitos dizem isso, mas de fato tem muita gente que de fato não dar para confiar. Pessoas que se empolgam e falam o que não deve, porque a crítica vem e temos que aceitar. Eu sei que erro, mas procuro errar menos. Eu mudei meu comportamento em meu discurso, todos sabem que sim. É errado, é certo, não sei, mas é assim! E aí a gente vai mudando nosso comportamento e isso se estende a população. Hoje, por exemplo, esta câmara está lotada, é bom que seja assim! Somos todos tendenciosos, e estou tendo a coragem de dizer isso aqui”. Por meio deste discurso, o vereador Zezin Buxin fez muita gente refletir!

Luciano Bezerra (PR)
O vereador Luciano Bezerra fez um discurso embasado nas denúncias que a oposição fez ao prefeito Edson Vieira e enfatizou o trabalho do seu grupo. “Durante esse recesso estivemos trabalhando junto ao Secretário de Mobilidade Urbana Fábio Aragão nos detalhes finais para a audiência pública da construção do Plano de Mobilidade Urbana do Município, onde tratamos dentre outras ações, da implantação de ciclofaixas, da zona azul e do transporte coletivo em nossa cidade”.

Luciano continuou seu discurso relatando a infeliz frase proferida pelo vereador Carlinhos da Cohab. “Mas não poderia deixar de repudiar a infeliz afirmação do Vereador Carlinhos da Cohab, uma afirmação machista contra as mulheres santa-cruzenses. Esperei que ele viesse a tribuna pedir desculpas, infelizmente isso não aconteceu”.

Narah Leandro (PSB)
A vereadora Narah Leandro fez um discurso prestando contas de suas ações, como por exemplo, as reuniões com o chefe da Polícia Militar o coronel Pereira e com o comandante do 24 batalhão coronel Reinaldo a quem entreguei ofício com algumas proposta de intervenção imediata é maior segurança da comunidade. “Propomos que a Policia nos acompanhe nas pedalas da PAZ que vamos promover na cidade, esta será dividida em quadrantes para facilitar a demarcação das zonas de risco, dos quais propomos uma ação direta deste comando junto ao conselho na ouvida da população ao final de cada pedalada, onde a comunidade em contato direto com a tropa deve apresentar suas queixas e fazer as solicitações e a partir dessas solicitamos a este comando programar o cartão das viaturas considerando também as intervenções feitas”.

No discurso da vereadora, ela relatou sobre a solicitação ao comando acerca da flexibilidade e utilização dos telefones celulares doados no ano de 2014 ao 24º batalhão tendo em vista os constantes problemas encontrados pela população ao tentar contatar o telefone fixo disponível. “Propomos a Câmara a criação de um disque denuncias municipal, que deve ficar na central de monitoramento do SISPOL de onde deve seguir em tempo real para os referidos telefones no batalhão, devidamente carregados e disponíveis ara receber demandas 24 horas”.

Deomedes Brito (PT)
O vereador Deomedes Brito fez um discurso baseado nas denúncias sobre a KMC, onde o prefeito Edson Vieira teve os bens bloqueados pela justiça. Deomedes fez uma série de críticas aos vereadores da situação.

“Eu sempre respeitei vossa excelência como pessoa ética, mas peço que o senhor deixe implantar a CPI. Porque nós estivemos na prefeitura daquela cidade e não existe a KMC”. Deomedes enfatizou que a primeira licitação da atual gestão já foi feita com problemas. Imaginem vocês que já está vendo toda essa celeuma em um primeiro mandato, imaginem vocês o que será caso ele seja reeleito”, finalizou o vereador Deomedes.

Ernesto Maia (PSL)
O discurso do vereador Ernesto Maia fez uma série de críticas aos vereadores de situação, sobretudo, a forma como eles estão agindo diante desse caso. “Nós fomos taxados de investigadores atrapalhados, mas agora estamos vendo que o que denunciamos no passado tem um cunho de verdade, tanto que a promotoria investigou e encaminhou a denúncia para o judiciário. E agora vemos a justiça os bens do prefeito sendo bloqueados”.
O vereador Ernesto Maia, ironicamente, parabenizou o vereador Junior Gomes pela volta à Câmara de Vereadores, pois, de acordo com o vereador Ernesto, Santa Cruz não aguentava mais ele como secretário.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário