segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Praça dos Estudantes fica lotada em comemoração ao Dia do Folclore


A Praça dos Estudantes ficou lotada na noite desta sexta-feira (21), em meio às comemorações ao Dia do Folclore em Santa Cruz do Capibaribe. O encontro cultural é uma ação da Secretaria de Educação e teve o envolvimento de todos os seus departamentos.

O evento contou com 23 apresentações de escolas municipais e estaduais, Programas de Assistência Social, exposição e venda de produtos de artesãs locais e de comerciantes da Feira da Produção Familiar.

Ao prestigiar as comemorações ao Dia do Folclore, o prefeito Edson Vieira (PSDB), falou sobre a importância de se manter viva a cultura popular. “Todo processo de aprendizado passa pela cultura, valorizar o folclore mantém viva a nossa tradição e os nossos costumes”.

“É prazeroso observar nossas crianças e jovens referendando a cultura popular, podemos dizer, sem medo de errar, que tivemos aqui as mais diversas manifestações culturais de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil”, destacou Joselito Pedro, Secretário de Educação.

A artesã Maria Graciene (Comadre Sebastiana), falou que a comemoração ao Dia do Folclore foi uma boa oportunidade de expor seu trabalho. “Eu tenho o prazer de ser apoiada pela Prefeitura de Santa Cruz, através da Secretaria de 

Desenvolvimento Econômico e pelo SEBRAE, para onde eles me mandam eu estou indo, não perco oportunidades. Faço de tudo com sobras de retalhos, meus produtos são variados e decorados a mão, este trabalho é gratificante, pois Santa Cruz começou com o retalho, então é uma inovação na história da cidade e eu faço parte dessa inovação”. 

“Estou muito contente em participar desse Dia do Folclore, eu dancei o Carimbó, uma dança muito conhecida no norte do país”, disse Camila Araújo, estudante da Escola Municipal Evangélica Santa Cruz do Capibaribe.

Contos de fadas, mitos e lendas, caboclinho, ciranda, dança de coco e indígena, xaxado, frevo, maracatu, forró, sertanejo, carimbó, capoeira, literatura de cordel, poesia e dança com grupo da Terceira Idade, da Fundação Padre Zuzinha contribuíram para animar a comemoração. Todas as apresentações são pedagógicas e mostraram a importância da difusão cultural na região.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário