domingo, 19 de julho de 2015

CPIs do BNDES e de Fundos de Pensão interessam ao País e não ao presidente da Câmara, afirma Mendonça


Mendonça Filho, líder do Democratas, defendeu a criação da CPI do BNDES e disse que não adianta o PT querer aproveitar esse momento para se livrar do lamaçal no qual está. “O escândalo do mensalão, as denúncias de crime eleitoral e as pedaladas fiscais estão sendo acompanhados pela a Policia Federal, o Ministério Público, o TSE e O TCU. Não dá pra o PT ignorar isso”, afirmou, ao defender a criação das CPI do BNDES e dos Fundos de Pensão.

O parlamentar indagou a tese do Governo Dilma de que a criação das CPI do BNDES e dos Fundos de Pensão é de interesse apenas do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. “Essa agenda interessa ao País. Os brasileiros querem saber os desmandos da gestão Dilma/PT, também, no BNDES e nos fundos de pensão”, explicou.

As CPI do BNDES e dos fundos de pensão irão ter apoio da oposição, que quer investigar os empréstimos a países como Venezuela e Cuba, que receberão recursos do BNDES para a construção do Porto de Mariel, e a empresários, que a oposição chama de “amigos do PT”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário