quarta-feira, 17 de junho de 2015

Secretaria de Cidadania e Inclusão Social estará presente no São João da Moda 2015


Desde a primeira edição do São João da Moda de Santa Cruz do Capibaribe, a Secretaria de Cidadania e Inclusão Social participa efetivamente do festejo, que será realizado de 20 a 29 de junho.
Na primeira edição, em conjunto com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDEF), a secretaria inovou ao organizar o Camarote da Acessibilidade, espaço adequado para acomodar 30 pessoas com deficiência mais um acompanhante, para curtir os shows do Palco da Moda (palco principal) em todas as noites do evento.

Em 2015, a novidade ficará por conta da disponibilização de equipes que vão atuar nas ações Contra o Trabalho Infantil e no São João Livre de Violência Contra a Mulher.

“Mais uma vez, a nossa secretaria estará presente no festejo, dando continuidade ao Camarote da Acessibilidade, e nesse ano de 2015 com a ação de equipes para atuar na prevenção e combate ao trabalho infantil e violência contra a mulher”, ressaltou Alessandra Vieira, secretária de Cidadania e Inclusão Social.


Inscrições Camarote da Acessibilidade 
Com direito a acompanhante, as pessoas com deficiência interessadas em participar do São João da Moda, no Camarote da Acessibilidade, deverão se inscrever na Secretaria de Cidadania e Inclusão Social. No ato da inscrição que acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, tanto o beneficiário quanto a sua companhia, deverão apresentar documento de identificação. 

Ação Contra o Trabalho Infantil
A equipe do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos atuará na disponibilização de um espaço para abrigar e cuidar das crianças que são filhas dos comerciantes do festejo junino, que ficará localizado na Escola Ivone Gonçalves. A busca ativa de crianças que estiverem em situação de trabalho infantil e a exibição de campanha nos telões da festa, também serão realizados.

São João Livre de Violência Contra a Mulher 
Em todos os dias do evento, a Coordenadoria da Mulher estará com um ponto de apoio na Escola Ivone Gonçalves com uma equipe técnica de psicólogo, advogado e assistente social do Centro de Referência da Mulher, para atender às mulheres vítimas de qualquer forma de violência, seja ela física, moral, sexual ou psicológica. A veiculação de material de campanha de repúdio à violência contra a mulher, também terá destaque na ação.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário