segunda-feira, 25 de maio de 2015

Edson Vieira participa da 18ª edição da Marcha dos Prefeitos


Organizada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), terá início hoje em Brasília, a 18ª Marcha dos Prefeitos, que é uma mobilização de gestores municipais de toda parte do país que vão debater e cobrar do Governo Federal o pacto federativo, e o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), junto com comitiva de secretários e vereadores participam do evento.

Nesta edição, a Marcha conta com palestras do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e também do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), além de integrantes da comissão que debate o pacto federativo, conta ainda com lideranças partidárias e também os relatores das comissões que apreciam a matéria.


“O cenário penaliza os municípios, cada vez menos repasses são realizados e ainda são feitos de forma desigual e desproporcional, por isso a necessidade de reunir as forças dos prefeitos de todo país, para promovermos uma frente que tenha o objetivo de melhorar a condição das administrações municipais, o que resulta num melhor atendimento dos serviços públicos”, relatou Vieira.

Governadores e prefeitos juntos

A Mesa Federativa também será um momento aguardado na Marcha. A CNM convidou não só os gestores municipais, como também os governadores, para debater com o governo federal as dificuldades da administração pública. Os Municípios serão representados pela Diretoria da CNM e pelos presidentes das entidades estaduais.


No painel “A força do Poder Legislativo local no Movimento Municipalista”, Ziulkoski receberá entidades como a Associação Brasileira de Câmaras Municipais (Abracam), União dos Vereadores do Brasil (UVB), União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e presidentes das Assembleias Legislativas dos Estados.

Agenda nos Ministérios – O prefeito Edson Vieira e comitiva de secretários, cumpre agenda nesta terça-feira (26), no Ministério da Integração Nacional, para debater a questão hídrica da região que enfrenta um momento complicado devido a escassez de chuvas e a viabilidade de mais investimentos para o município.

Informações da Assessoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário