quarta-feira, 13 de maio de 2015

BNDES terá que aplicar 30% dos seus financiamentos nas regiões Norte e Nordeste


A Câmara dos Deputados aprovou ontem (12) uma emenda à Medida Provisória 663 que obriga o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a destinar 30% dos financiamentos às regiões Norte e do Nordeste. A bancada pernambucana, em peso, votou favorável a esta emenda, sendo que o líder da bancada do PP, Eduardo da Fonte (PE), orientou seus liderados a fazerem o mesmo.

Segundo ele, “36% da população brasileira reside nas regiões Norte e Nordeste e por isso é importante garantirmos investimentos para essas regiões”. A medida Provisória segue, agora, para apreciação pelo Senado.


A emenda foi aprovada por 244 votos a favor e 199 contra.
Dos 32 deputados do PSB, 26 votaram a favor da emenda, sendo que João Fernando Coutinho(PE) foi um dos articuladores da sua aprovação.

“Esta emenda é de grande importância, pois visa a diminuir a histórica desigualdade regional que ainda persiste no País”, disse o representante do PSB.

Segundo o Relatório de Relatório Gerencial Trimestral dos Recursos do Tesouro Nacional divulgado pelo BNDES em janeiro deste ano, o total de recursos repassados pelo Banco entre janeiro de 2009 e dezembro de 2014, para todo país, foi de R$ 552,9 bilhões. Desse montante, porém, apenas 12,7% foram destinados ao Nordeste, enquanto 45,7% ficaram com os Estados do Sudeste.

A MP 663/2014 eleva em R$ 50 bilhões o montante de recursos que o BNDES pode emprestar. Com isso, o montante total que o Banco poderá dispor será de R$ 452 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário