domingo, 31 de maio de 2015

Nota de pesar – Nezinho do Pará


A população de Santa Cruz do Capibaribe está de luto pelo falecimento do senhor Manoel Barbosa da Silva – Nezinho do Pará. Um homem justo, que dedicou sua vida à família e ao seu povo. Exerceu cargos públicos mesmo sem remuneração, foi vereador, sub-prefeito sendo exemplo daqueles que tem como missão servir aos munícipes. Que nosso criador possa confortar seus familiares e amigos.

Edson Vieira

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe

Faleceu Nezinho do Pará, um dos primeiros vereadores de Santa Cruz do Capibaribe

Seu Nezinho na Câmara
Faleceu na manhã deste domingo (31) no Hospital Municipal de Santa Cruz do Capibaribe, o ex-vereador santa-cruzense Manoel Barbosa da Silva, conhecido por “Nezinho do Pará”, com a idade de 100 anos.

Nezinho do Pará foi um dos primeiros vereadores da história Santa Cruz, onde esteve presente na primeira formação da Câmara no ano de 1955, em seguida também exerceu o cargo nas legislações de 1969, 1973 e 1977. Após a sua atuação na Câmara, Nezinho também contribuiu com a região sendo subprefeito da Vila do Pará.

Seu corpo estará sendo velado neste domingo (31) na Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. O sepultamento acontecerá nesta segunda-feira (01) às16h na Vila do Pará.

sábado, 30 de maio de 2015

Nono dígito no celular começa a valer neste domingo para Pernambuco

Foto: Arquivo
As ligações para celulares de Pernambuco, além de outros estados como: Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí terão que incluir o nono dígito a partir deste domingo (31). A medida, que já vale para outros estados, consiste em digitar 9 antes dos outros oito números do telefone.

Essa regra vale tanto para chamadas feitas a partir de telefones fixos, públicos ou privados, quanto de outros celulares, independente da operadora e do local de onde a pessoa está ligando. Também será preciso incluir o nono dígito para enviar mensagens de texto. Já as ligações para telefones fixos nesses estados não mudam.

De acordo com a Anatel, haverá um período de transição, que vai até 9 de junho, em que as chamadas para os celulares daqueles cinco estados serão completadas digitando-se oito ou nove números. Entre 10 de junho e 9 de julho, quem discar apenas os oito dígitos passará a ouvir uma mensagem sobre a mudança. A partir de 10 de julho, apenas as chamadas com nono dígito serão completadas.

O plano da Anatel prevê que até 2016 todos os celulares do país terão o nono dígito. Essa medida foi adotada devido à escassez da oferta de novos números em grandes centros, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas será estendida ao restante do Brasil para padronizar os números e evitar confusão.

Fonte: G1

Casa das Juventudes forma primeiras turmas de 2015


Na noite da última sexta-feira (29), na Casa das Juventudes de Santa Cruz do Capibaribe, foi realizada a cerimônia de entrega dos certificados dos 40 alunos concluintes dos cursos de Inclusão Digital e Assistente Administrativo, oferecidos no equipamento.


Alunos como a Agente de Saúde Madalena Amorin de 48 anos que não tiveram a oportunidade de estudar na juventude, puderam voltar aos estudos participando das duas formações, com seis turmas de Inclusão Digital e duas de Assistente Administrativo.


“Nos cursos de informática e assistente administrativo vivenciei muitas coisas que não pude aprender na adolescência, e agora estou realizando sonhos, foi muito bom o que aprendi, que bom que chegou esses cursos para nós aqui de Santa Cruz do Capibaribe”, contou Madalena.


A Casa das Juventudes é um equipamento ligado a Coordenadoria Municipal da Juventude que ampliou o leque da faixa etária atendida. “Desde julho do ano passado, abrimos vagas para pessoas que estão abaixo ou acima da faixa etária da juventude que vai dos 15 aos 29 anos, pois temos uma política pública que discute as ações para juventude, mas que oferece cursos profissionalizantes que vão formar a população de maneira geral da nossa cidade”, destacou Valtency Vasconcelos, coordenador da Juventude.


Em dez meses de funcionamento, mais de 300 pessoas participaram das atividades do espaço que está com turmas do curso de Libras em andamento e já está com inscrições abertas para os cursos de Inclusão Digital e Assistente Administrativo, com vagas nos turnos da manhã, tarde e noite. 

Serviço

Casa das Juventudes

Endereço: Rua São Paulo, 711, bairro Santa Tereza
Inscrições: Segunda à sexta-feira, das 8h às 12h

Informações da Assessoria.

sexta-feira, 29 de maio de 2015

De olho no "Panorama Político"


O velho será o novo e o novo será o velho

Caso se confirme a chapa Taboquinha com José Augusto e Galego de Mourinha, teremos o novo sendo o velho, e o velho sendo o novo. Se não vejamos: o nome de José Augusto não se enquadra como novo tão propagado pelo “grupo” Taboquinha e apesar de se dizer “moderno” o nome do ex-deputado não tem nada de novo. Já Galego de Mourinha seria o nome velho, mas que torna-se novo, pois nunca disputou uma eleição majoritária. É o velho sendo o novo e o novo sendo o velho.

Apenas palavras

O que se sabe é que o acordo proposto era o ex-deputado indicar o nome do pré-candidato a prefeito e o grupo dos vereadores indicaria o nome do pré-candidato a vice. Pois bem, fica o questionamento seria Galego o indicado pelo grupo dos vereadores? Acredito que não, pois Galego teria abandonado o projeto dos vereadores. Desta forma, acordo que é bom nada, babau. 

União à vista

Rumores dão conta que o grupo Taboquinha esta próximo de um entendimento, e que falta pouco para o anuncio da dupla que irá compor a chapa para disputa do ano que vem. Resta saber se os cacos foram todos juntados e se esse jarro não é de cristal, pois como diz uma música “cristal quebrado não cola jamais [...]”.

Uma ameaça

A pré-candidatura do empresário Marlos Melo a principio incomodou o vereador Carlinhos da COHAB (PSL), que viu a possibilidade de ver seu maior reduto eleitoral dividido. Porém com o crescimento que o vereador Carlinhos da COHAB vem conseguindo perante o eleitorado Taboquinha, eu diria que a pré-candidatura de Marllus não é mais uma ameaça latente. Pelo menos a Carlinhos da COHAB.

Correndo atrás

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira partiu ruma a Brasília, para participar da 18ª Marcha dos Prefeitos, apesar da crise que o país enfrenta os prefeitos não podem ficar de braços cruzados e desta forma, Edson Vieira, juntamente com oProcurador do Município o Dr. Marcelo Diógenes, o Secretário de Educação Joselito Pedro, Jessyca Cavalcante Articulação Política, Breno Feitosa Secretário de Saúde, saíram em busca de recursos e soluções para o município.

Ela também esteve lá

A comissão de convivência com a seca, da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe também esteve em Brasília em busca de soluções para livrar o município do colapso total no tocante ao abastecimento d’água. A comissão é formada pelos vereadores, Pipoca (PMN), Helinho Aragão (PTB), Deomedes Brito (PT), Zé Minhoca (PSDB), Fernando Aragão (PROS), e Zezin Buxin (PSDB). Os vereadores estão de parabéns pelo trabalho, é mais uma prova do bom trabalho desempenhado pela nossa Câmara de Vereadores.

COHAB em festa

No último final de semana o bairro comemorou sua tradicional festa, o evento foi bem organizado e tem recebido vários elogios. Porém além da festa a comunidade foi comtemplada com ações como a pavimentação do canteiro central da rua Olavo Bilac, além das Praça Manoel Matias de Oliveira – Seu Nael, e a Praça Professora Maria Nogaia no final da rua Tomé de Souza. Realmente a população teve o que comemorar.

Por: Nilson Pereira
Fonte: Sulanca News

Festival Biu e Gogó de Quadrilhas de Rua 2015 será iniciado nesta terça


A partir da próxima terça-feira, 02 de junho, a alegria, animação e o acorde da sanfona do Festival Biu e Gogó de Quadrilhas de Rua, tomarão conta de toda a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, Agreste de Pernambuco.

A conhecida Rua Quatro, via em que morava Dona Ivone (in memoriam), grande incentivadora e participante da cultura de quadrilhas que é a homenageada da edição de 2015 do festival, será o palco da abertura da festa que até o dia 19 de junho, passará por diversos bairros santa-cruzenses.

“Durante 17 dias, o Festival Biu e Gogó de Quadrilhas de Rua que já se consolidou como a grande preparação para o São João da Moda, esquentará o clima junino por todos os bairros da cidade”, ressaltou o gestor de Cultura Gilberto Geraldo.

A Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe também será contemplada com a animação das quadrilhas juninas, com a realização de festejos nos distritos de Pará e Poço Fundo, além dos sítios vizinhos.

Informações da Assessoria.

Secretaria de Educação realiza III Sarau Municipal


Nesta quinta-feira (27), o teatro municipal se encheu de cultura, arte, poesia, dança, música, com a 3ª edição do Sarau Municipal. O evento é uma idealização da Secretaria de Educação de Santa Cruz do Capibaribe, através da Gestão de Ensino.


O evento teve como tema. “Poesia em Época de Seca”, visando incentivar a leitura entre os alunos de escolas municipais. Pais, convidados, estudantes e amantes da cultura estiveram presentes, prestigiando as apresentações.


Claudenice Dias, Secretária Executiva de Educação falou do valor do Sarau para os estudantes. “Eventos iguais a este valorizam muito a cultura Nordestina e os nossos alunos abraçaram esta causa desenvolvendo bem a temática. O poder público municipal por seu lado é um incentivador e vê nas escolas um ambiente adequado para que a nossa cultura continue viva na mente da nossa população”.


“Esse terceiro Sarau municipal me surpreendeu bastante, foi de um nível altíssimo, belíssimas apresentações que retrataram bem o tema do evento, Época de Seca. Os alunos conseguiram mostrar a realidade do povo nordestino e sua cultura”, destacou Fatima Neves, Gestora de Ensino.


Selma Nepomuceno, Coordenadora do III Sarau Municipal falou da finalidade do encontro. “A finalidade do 3º Sarau é trazer para os alunos da rede municipal a cultura Nordestina, que é rica, o momento de seca e tristeza que vivemos, porém de muita criatividade”.


“Gostei de ter participado do Sarau com meus colegas, a gente apresentou a peça o Alto da Compadecida, fiz o papel de João Grilo, foi bom, deu para animar o público”, disse Lucas Vinicius, Estudante do 9º ano da Escola Intermediaria José Quirino da Silva, Vila do Pará.


Além das apresentações dos alunos, o 3º Sarau Municipal contou participações de Niely Espindola, intérprete de Libras, a vencedora do Concurso Ler Bem 2014, Ingrid Melo, e declamando poesias Agda Moura e o forrozeiro Bidinga do Acordeom.


Informações da Assessoria.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Em entrevista, Secretário Sebastião Oliveira cita a duplicação da BR-104


Apesar do corte de gastos do Governo Federal, o secretário de Transportes do Estado, Sebastião Oliveira, afirmou, em entrevista a Rádio Folha do Recife nesta quinta-feira (28), que a pasta deve gastar, no mínimo, R$ 300 milhões ainda este ano. A reestruturação da BR-232 é um das prioridades, segundo o secretário, o governador Paulo Câmara (PSB) não será conhecido como o gestor que irá acabar com a via. “Ele vai ficar conhecido como gestor que recuperou a BR-232 em tempo hábil”, disse.

“O que for necessário fazer, iremos fazer, caso seja preciso fazer investimento publico, nós vamos fazer o investimento publico. O governador me encomendou e já licitei e contratei uma empresa que ganhou a licitação que é a Projetec. A empresa já está em campo fazendo toda a obra de restauração da 232, inclusive com a colocação de pátio de balanças, dentro do estudo, está se vendo se é possível uma concessão publica e a partir daí nós vamos ver que decisão nós vamos tomar”, completou, não descartando cobrar pedágio na via.

Trecho da BR-104 já duplicada! 
O secretário citou de onde virá a verba que será utilizada nas obras neste ano. “Temos o fundo rodoviário de Pernambuco, com R$ 200 milhões. Devemos ter no CID (Contribuição de Intervenção e Domínio Econômico) de mais de R$ 15 milhões e mais R$ 4,5 milhões, temos ainda o remanescente da 408, que ainda tem R$ 11 milhões e temos a BR-104 que nós vamos dar início, que é a variante de Toritama até o Pão de Açúcar”, relatou Oliveira.

De acordo com o secretário, a sua pasta já está economizando nos gastos e diminuindo todo tipo de custeio. Porém, segundo ele, o Estado não vai parar de executar obras.

Reunião com Ministro dos Transportes Antonio Carlos Rodrigues

Sebastião Oliveira confirmou que estará reunido com o Ministro de Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, na próxima segunda (1º). O encontro será para discutir novos recursos a serem utilizados no Estado.

“Pernambuco tem uma conta de 4% do valor geral da CID e iremos discutir o repasse disso que começa a partir de outubro deste ano”, afirmou o secretário.

Resumo da reunião da Câmara de Vereadores


Na tarde desta quinta feira (28), aconteceu mais uma reunião na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, onde os vereadores de situação e oposição fizeram o uso da tribuna, em seus discursos foram abordados temas relevantes como ida da Comissão de Enfrentamento a Seca a Brasília, mas também não deixou que ter assuntos polêmicos, a exemplo da tão falada licitação dos Coffee Breaks.

Confira os discursos:


Pipoca (PMN)
O vereador Pipoca fez um balanço sobre a viagem à Brasília, juntamente aos vereadores que compõem a Comissão especial de convivência com a seca e gestão de recursos hídricos. “Eu confesso que voltei de Brasília um pouco triste, mas bastante consciente do nosso trabalho. Estivemos na Capital Federal, onde fomos recebidos no Ministério da Integração Nacional e o que foi nos passado não é nada muito animador, porém não podemos baixar a cabeça e seguirmos na nossa luta, porque água é essencial para a nossa sobrevivência, tanto pessoal como também para o nosso desenvolvimento, pois a nossa indústria precisa de água”. O vereador finalizou seu discurso enaltecendo o trabalho da comissão, a qual ele preside e demonstra preocupação quanto a falta de água em Santa Cruz do Capibaribe.


Zezin Buxin (PSDB)
O vereador Zezin Buxin deu início ao seu discurso falando sobre o trabalho que a Comissão especial de convivência com a seca e gestão de recursos hídricos, sobretudo, pela viagem que foi feita à Brasília, onde todos os parlamentares que fazem parte dessa comissão, que foram recebidos pelo Ministério da Integração Nacional. “Nós estivemos em Brasília e fomos recebidos pelo Secretário Geral do ministro e posteriormente fomos ao gabinete do senador Fernando Bezerra Coelho, onde observei uma foto da presidente Dilma com dedicatória ao senador, e eu até brinquei com o senador dizendo que ele use esse prestígio para interceder pelo nosso município, a fim de que possamos ter água para nossa população”.


Zé Minhoca (PSDB)
Quando o vereador Zé Minhoca faz uso da Tribuna sempre traz discursos pertinentes a sua atuação enquanto parlamentar. No discurso na reunião desta quinta-feira (28), Zé Minhoca relatou sobre a sua viagem a Brasília. “Acho que a visita ao Ministério da Integração Nacional foi frustrante, porque lá ficamos sabendo que a obra do Sistema Camivô são de 34 km de tubulação até a barragem do Prata e que já tem 14 km concluídos. Restando apenas 20 km e o ministério relatou que não vai concluir porque falta dinheiro, obra esta tão importante para Santa Cruz do Capibaribe. Engraçado que eles nos dizem que falta dinheiro para esta obra que vai beneficiar diretamente o nosso povo, mas enquanto isso, gastou-se bilhões de reais construindo arenas para a copa do mundo e que hoje não serve para nada. Melhor que tivessem pegado este dinheiro e construído hospitais e escolas, que o nosso país anda tão carente".


Fernando Aragão (PROS)
O vereador falou da ida da comissão a Brasília em busca de soluções para seca que afeta o município. “Nós temos que ir a Compesa, presidente temos que botar o projeto debaixo do braço e ir. Se a gente não pressionar os senadores nós vamos ficar para trás. É preciso que nós façamos nossa presença, nós somos homens públicos. Nós não temos o direito de que escolher o que é bom para nós... nós temos que escolher o que é bom para o povo. Alguns até zombam de nós, dizem que fomos passear.... Mas não sabem o quanto é humilhante ir e ficar esperando horas e horas num aeroporto como ficamos. Eu acredito que no Brasil, essas coisas só vão acabar quando começarmos a nos preocupar com educação. Vou continuar lutando, vou continuar buscando e apesar de tudo, a única esperança para nós ainda é a transposição do Rio São Francisco”.


Afrânio Marques (PDT)
O discurso do vereador Afrânio Marques também foi voltado a viagem à Brasília, junto com a Comissão especial de convivência com a seca e gestão de recursos hídricos. Essas idas nossas aceleram o processo, mas não nos iludimos por soluções imediatas. Vejam, pois quando chegamos a Recife, nos foi informado que a saída seria a concretização do Sistema Camivô. Chegamos em Brasília e tivemos respostas semelhantes. Lá no Ministério, na ida a Brasília, o Dr. Osvaldo foi muito claro que o que tem de concreto para o Nordeste seria a obra da Transposição do Rio São Francisco. O que propagava-se era que a partir do ano de 2016 a população teria água em suas torneiras. E Dr. Osvaldo foi muito taxativo quando falou que as obras do canal do Agreste só seria possível dentro desses 4 ou 5 anos, digo água do Rio São Francisco. O vereador Afrânio finalizou seu discurso relatando estar ciente do seu trabalho e da luta do seu grupo que tem como líder o prefeito Edson Vieira.


Galego de Mourinha (PTB)
Com um discurso crítico, o vereador Galego de Mourinha falou sobre a administração municipal, onde relatou alguns problemas como a falta de Raio X no Hospital Municipal em que segundo o vereador, a prefeitura ainda não comprou alegando sobre a falta de arrecadação municipal. “A prefeitura alega baixa na arrecadação e agora fala-se em que a câmara ajude a comprar esse aparelho, no entanto o que se faz são contratos em que observa-se que não se tem tanto cuidado em economizar como se fala. Porque ficamos sabendo de uma garagem alugada na Vila do Pará pela prefeitura e esta garagem está servindo para guardar o carro do proprietário”.


Ronaldo Pacas (PSDC)
O vereador Ronaldo Pacas fez um discurso enfatizando o trabalho da prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, onde destacou as ações desenvolvidas pela gestão municipal, principalmente pelo Secretário de Serviços Públicos, Junior Gomes. Ronaldo falou ainda sobre seus Projetos de Lei, onde segundo ele beneficiam diretamente a população da Capital das Confecções. O vereador finalizou seu discurso destacando as críticas que a oposição sempre faz a gestão vieira, mas que de acordo com ele, a gestão tem sido exitosa. “Quando a gente critica, cabe a gente mostrar o ônus da prova”.


Francisquinho (PSDB)
Senhor presidente, a minha pauta era outra, mas quando vejo o vereador Galego de Mourinha vir a esta tribuna falar da administração feita pelo nosso prefeito, onde vejo Gelego falar nessa tribuna já como vice-prefeito. O vereador Francisquinho deu continuidade ao seu discurso relatando sobre a ida dos vereadores e do prefeito à Brasília. “Ora, a gente fica cobrando e vemos que a Compesa muitas vezes não está nem aí. Vemos canos estourados por aí, a população cobrando e a Compesa não faz. É preciso que o Ministério Público intervenha, temos que trazer esse presidente para que ele se explique, porque ficamos indo lá, essa comissão indo a Recife e sendo enrolados”.


Ernesto Maia (PSL)
“Temos uma reunião muito interessante. Onde tivemos declarações muito fortes, a primeira do vereador Galego de Mourinha e a segunda do vereador Francisquinho, onde ele admite que a Compesa tem problemas e o chefe da Compesa é o governo. Mas, o ponto do meu discurso hoje é o fato da licitação dos coffee break, onde estivemos indo atrás dessa licitação e nunca nos foi entregue. Inclusive o Ministério Público está preparando documento onde recomenda que seja disponibilizado o acesso imediato aos vereadores. E nos informou que no dia 12, um dia antes da gente ir a prefeitura, o procurador da prefeitura, Josebergue Alves, nos disse que já teria enviado a Câmara de Vereadores”. De acordo com o vereador, já existe indícios de a oposição pedir a formatação de uma CPI para analisar o processo de licitação dos bolos.


Luciano Bezerra (PR)
Em seu discurso, o vereador Luciano Bezerra teceu elogios ao Prefeito Edson Vieira e toda sua equipe, em atender mais um pedido de seu gabinete, desta feita a construção da Praça Maria Nogaia na Rua Tomé de Souza. “Fiquei surpreso com o ofício que os Vereadores Ernesto Maia e Carlinhos da Cohab encaminharam para Controladoria, não sabia que os nobres colegas eram advogados. Isso sim, é uma conduta ilegal, é por isso que o Vereador Ernesto não tem moral alguma para falar de fraude, quando ele e o Vereador Carlinhos, tentam se passar por advogados para obterem informações nos órgãos públicos. Quero deixar um aviso para todos os servidores públicos, não se intimidem quando os Vereadores Ernesto Maia e Calinhos da Cohab chegarem se passando por advogados, e exigindo que vocês emitam declaração, eles não são advogados”.


Dida de Nan (PSDB)
O vereador Dida de Nan discursou dando ênfase a várias ações desenvolvidas pela prefeitura municipal, através de suas secretarias, sobretudo, a Secretaria de Serviços Públicos, onde de acordo com o vereador, essa secretaria tem dado toda atenção ao trabalho de infra estrutura na cidade, tanto na Zona Urbana como na Zona Rural. “Vendo esse trabalho, e ver o vereador Galego de Mourinha vir a esta Tribuna critica essa gestão exitosa, isso não pode acontecer, porque o povo está vendo o trabalho que é desenvolvido”. Dida de Nan falou em seu discurso sobre a ida da comissão especial de convivência com a seca e falou que a resposta que trouxeram de Brasília não foi nenhuma novidade, porque segundo o vereador, nada pode ser feito. “Eu tenho dito nesta tribuna que temos que ter poços artesianos, falei sobre dois poços que existem em Mossoró, a fim de que possamos conviver com a seca”.


Narah Leandro (PSB)
A vereadora Narah iniciou seu discurso parabenizando a todos os moradores da Cohab, bairro no qual ela reside, pelas festividades na comunidade, onde a mesma aproveitou para destacar as ações que o Bairro está recebendo da prefeitura como a retirada da favelinha da COHAB, a revitalização da academia das cidades, a construção do Canal, a pavimentação da Olavo Bilac, duas praças e o canteiro central da avenida. “Agradecemos aqui em nome de toda a comunidade e desde já renovamos o compromisso com o povo do Polis Pacas, onde estaremos nos próximos dias realizando as ações de pavimentação já reivindicada pelos moradores aos quais e informo aqui que tive reunião essa semana com o comandante Reinaldo e com o delegado regional Dr. Júlio Porto, sobre o problema de insegurança no nosso bairro solicitei mais ronda e mais presença policial para dar mais sossego e segurança de fato aos moradores”. A vereadora finalizou seu discurso falando de outras obras desenvolvidas pela gestão de Edson Vieira. “Mas quero senhor presidente hoje aqui destacar o próximo desafio da gestão empreendedora do nosso prefeito Edson Vieira, o prefeito que construiu o calçadão Miguel Arraes para o povo. O prefeito já enviou pra câmara, foi aprovado A central de Feiras e Mercados um projeto de 800 mil reais, que irá agregar o açougue, o mercado de farinha e as feiras livres naquele terreno nas margens da PE 160, do antigo matadouro”.


Deomedes Brito (PT)
O vereador Deomedes Brito falou da sua ida a Brasília, junto com a comissão de combate a seca. Uma coisa que eu acho curioso em tudo isso é que quando a coisa dá certo é o governo do estado, mas se dá errado a culpa é do governo federal. A Compesa tinha que ter feito um projeto de emergência, aí fomos a Brasília e chegamos lá não existia esse projeto. Eu como vereador do PT falei lá para o ministros e senadores. “Vejam nosso município, uma cidade que emprega milhares de pessoas, porque Dilma deve muito ao nordeste, então esperamos que vocês olhem pra Santa Cruz”.


Vânio Vieira (PSDB)
Um dos discursos mais esperados, o vereador Vânio Vieira, aproveitou a tribuna para fazer críticas sobre esse caso da licitação, onde o mesmo destacou que é preciso ter transparência em todos os trabalhos públicos. “Eu me lembro muito bem que no ato da eleição para presidência desta casa eu perguntei ao Professor Afrânio se o mesmo iria fazer uma gestão diferente e como o mesmo não me respondeu, naquele momento eu votei contrário ao senhor”. O vereador finalizou o seu discurso onde fez duras críticas a gestão municipal.

Fonte: Assessoria da Câmara.