sexta-feira, 10 de abril de 2015

STF autoriza transferência de Pedro Corrêa para prisão em Curitiba



O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta-feira (10) a transferência do ex-deputado Pedro Corrêa, atualmente preso no interior de Pernambuco, para a carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

O político é um dos alvos da 11ª fase da operação, deflagrada nesta sexta e voltada para crimes na Caixa Econômica Federal (CEF) e no Ministério da Saúde.

A decisão de Barroso foi baseada em pedido do juiz Sergio Moro, responsável pelos processos relacionados à Operação Lava Jato no Paraná.

Condenado no julgamento do mensalão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Corrêa atualmente cumpre pena em regime semiaberto no Presídio de Canhotinho (PE). Nas investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras, ele teve o nome citado pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, como recebedor de propina de R$ 5,3 milhões.


O pedido de transferência foi encaminhado ao ministro Luís Roberto Barroso, responsável pelas execuções penais do presos no processo do mensalão. No mandado de prisão preventiva - cujo prazo é indefinido e visa prevenir a ocorrência de novos crimes - Moro autoriza o uso de algemas caso os policiais considerem necessário.

Fonte: G1 PE


Nenhum comentário:

Postar um comentário