terça-feira, 28 de abril de 2015

Resumo da Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe

Afrânio Marque 
Afrânio Marques (PDT)

O vereador Afrânio Marques iniciou seu discurso fazendo um convite aos colegas vereadores para participar de uma reunião amanhã (29), com os diretores da Compesa, para que eles possam explicar melhor o calendário, assim como também uma reunião com o prefeito na quinta-feira (30), para ver a questão do terreno da ASCAP. Afrânio destacou a viagem que o prefeito Edson Vieira fez a Brasília e conseguiu mais benefícios para Santa Cruz do Capibaribe. O vereador deu continuidade ao seu discurso falando sobre a crise que assola o país, e falou sobre a necessidade de todos unir esforços para entender os efeitos que a crise causa. Afrânio finalizou seu discurso convidando a todos para a entrega dos certificados da conclusão do curso de informática do Cidatec, que vai acontecer às 19 horas, no dia 7 de maio.

Francisquinho
Francisco Ricardo (PSDB)

O vereador Francisquinho usou a tribuna da Câmara de Vereadores falou sobre a corrupção, onde de acordo com ele, foi institucionalizada no Brasil pelos governos do PT. Francisquinho continuou seu discurso falando sobre os efeitos da crise, onde ele relata que a política do PT não é para a nação, mas para obter mais poder sobre a nação. “Eu me recordo e Santa Cruz se recorda quando o Deputado Sílvio Costa disse que encaminhou 300 mil reais para a Campanha de Prefeito, onde os vereadores Fernando Aragão e Galego de Mourinha foi às rádios dizer que não recebeu nenhum centavo e que isso é caixa 2, e na época eu parabenizei os dois vereadores pela postura em ir desmentir o deputado”.

Hélinho Aragão
Helinho Aragão (PTB)

O jovem vereador petebista deu início ao seu discurso registrando a importância do evento da pedalada, promovido pela Ascont, onde ele parabenizou a entidade pela ação, em levar os participantes para conhecer o local aonde será construída a sede própria da entidade. Helinho continuou seu discurso falando sobre a relevância de se discutir a problemática da seca. “Senhor presidente, quero dizer que foi muito importante o senhor convocar essa reunião com os diretores da Compesa para eles explicar a questão do rodízio. Vemos que o calendário foi distribuído de forma a ser observada, porque outras cidades, como Gravatá, que tem o mesmo porte de Santa Cruz e está com mais dias com água do que a nossa cidade. É preciso discutir isso de forma a entender como vai ficar a distribuição de carros pipa em Santa Cruz do Capibaribe”.

Ernesto Maia
Ernesto Maia (PSL)


O vereador Ernesto Maia fez um discurso analítico sobre a gestão do governador Paulo Câmara (PSB), onde segundo ele, o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e sua bancada não tem tanto prestígio como se divulgava, pois a primeira ação do governador, foi retirar de Santa Cruz do Capibaribe para a cidade de Caruaru. O vereador Ernesto Maia deu continuidade ao seu discurso falando sobre a gestão de Edson Vieira, onde de acordo com ele, tem alguns problemas. “Nós votamos as contas do ex-prefeito Toinho do Pará e eu alertava que o atual prefeito tem os mesmos problemas. O que a gente ver é que se reclama muito dos erros da gestão de Toinho do Pará, mas os mesmos erros se repetem. Essa semana, por exemplo, postaram fotos da Rua Maria Lira de Moraes, onde vemos o mesmo alagamento, erro da gestão de Toinho do Pará que se repete agora na gestão de Edson”.

Klemerson Pipoca
Pipoca (PMN)

O discurso do vereador Pipoca foi baseado em uma decisão da prefeitura em reduzir os dias dos festejos juninos, devido a crise que assola todo Brasil. “Eu lembro que no ano passado, nós tivemos um dos maiores São João da região e os vereadores da oposição criticaram. Hoje, em uma atitude corajosa e responsável do nosso prefeito Edson Vieira, em reduzir os dias do São João, a oposição vem criticar sobre isso, mas é preciso entender que diante de uma crise dessas, obras que beneficiem a população”. Pipoca continuou seu discurso falando sobre a entrega de mais duas ambulâncias ao SAMU. O vereador falou ainda de temas diversos como a questão da sugestão da Campanha para a economia de água, por parte dos moradores, além de fazer um registro sobre a participação da Orquestra Sanfônica de Oito Baixos, na cidade do Recife.

Zé Minhoca
Zé Minhoca (PSDB)

O vereador Zé Minhoca fez um registro sobre a dificuldade que as pessoas de nossa cidade têm em realizar consultas durante o dia e por isso solicitou que seja visto a possibilidade de os PSFs e AMEs abrir a noite para atende a população. “Eu protocolei requerimento onde solicito ao prefeito Edson Vieira, extensivo ao Secretário Breno Feitosa, no sentido de estender o horário de atendimento dos PSFs e AMFs até as 0:00hs para atender a massa dos trabalhadores de Santa Cruz que não dispõe de tempo durante o dia para tratar de problemas de saúde. Isso já acontece na cidade de Patos-PB e em Arapiraca - AL. Fiz um requerimento ao Exmo sr. Dr. Juiz para quando proferir penalidade a quem cometer crime de menor potencial ofensivo, prestar serviços na AME Infantil, da Luísa Mendes. Profissionais como Pedreiros, pintores, eletricistas e auxiliares de serviços gerais pagariam suas penas, prestando serviços para o bem da coletividade. Por último registrou dois votos de aplausos.

Vânio Vieira
Vânio Vieira (PSDB)

Vânio Vieira deu início ao seu discurso falando sobre uma visita que fez ao Bairro do Santo Agostinho, onde observou que existe a obra da quadra que fica por trás do colégio e que hoje está tomado por lixo. “O telhado do colégio daquela localidade acabou-se, tenho certeza que quando chove a laje infiltra água. Pude observar também que o colégio é um criatório de mosquito da dengue. É preciso que o pessoal da prefeitura, através dos agentes de endemia, faça uma visita a fim de solucionar este problema. A população cobra, porque o descaso é grande. Em caso das obras concluídas todo mundo da prefeitura aparece para ver, mas quando não é concluída, ninguém comparece para ver, sequer como está”.

Zezin Buxin
Zezin Buxin (PSDB)

O vereador Zezin Buxin falando sobre a importância da união em prol de buscar benefícios para Santa Cruz do Capibaribe, sobretudo, no que diz respeito a questão da seca. “Nessa questão da água, falta planejamento. É importante a adutora, é importante a transposição. Mas, é preciso observar que quando se faz essas autoras, está sempre se transportando água das mesmas fontes. É preciso fazer mais represas, mais reservatórios. O que falta é planejamento e faz-se necessário que nos unamos para cobrar mais dos nossos políticos superiores. Eles precisam nos ouvir e levar em conta o que a gente diz. Vamos nos unir, deixar para trás questões político partidárias e irmos em busca de ações benéficas para nossa população”. O vereador finalizou seu discurso justificando a questão da obra da quadra do Santo Agostinho, onde relatou que a prefeitura está fazendo sua parte, pois de acordo com o vereador, a culpa é da construtora que abandonou a obra.

Fernando Aragão
Fernando Aragão (PROS)

Fernando Aragão analisou o problema da falta de água, que segundo ele é uma questão de muito tempo. O vereador falou sobre a reunião que os diretores da Compesa farão na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (29). “É importante essa comissão da Compesa vir aqui se reunir conosco, mas é preciso que nós nos unamos para ir a Recife cobrar do presidente da Compesa uma resposta satisfatória sobre esse calendário onde se coloca 28 dias sem água e 2 com água para uma cidade da importância de Santa Cruz do Capibaribe”. O vereador continuou seu discurso fazendo uma crítica ao ex-deputado federal José Augusto, onde de acordo com o parlamentar deixou de colocar verba para Santa Cruz do Capibaribe e foi colocar na cidade de João Alfredo. “Zé colocou uma perfuratriz em João Alfredo, e deixou de colocar em sua cidade, que diga-se, em João Alfredo, Zé não teve nenhum voto. Por causa dessas picuinhas políticas, quem perde é o povo de Santa Cruz do Capibaribe”.

Dida de Nan
Dida de Nan (PSDB)

O vereador Dida de Nan discursou sobre o seu trabalho juntamente a sua bancada, onde tem desenvolvido ações relevantes para a comunidade que gosta de esporte, sobretudo, as pessoas da Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe. Dida relatou em seu discurso sobre as reclamações e cobranças pelas pessoas que vivem na Vila de Poço Fundo, quanto a questão da falta de segurança. “Eu quero dizer que todas as vezes que fui procurado busquei requerer junto ao prefeito e aos órgãos competentes para solucionar os problemas. Quero agradecer ao comandante da Guarda, Martins, ao comandante do 24º BPM e também ao nosso prefeito Edson Vieira, que uniram esforços e hoje as duas vilas têm segurança.

Ronaldo Pacas
Ronaldo Pacas (PSDC)

Ronaldo Pacas fez um discurso com embasamento no seu trabalho, aproveitou para de público ao Secretário Municipal de Serviços Públicos, Júnior Gomes, pelo trabalho que vem desenvolvendo a frente da secretaria. “É bom quando a população faz seus apelos e vamos lá e conseguimos resolver junto com os órgãos competentes”. Ronaldo falou ainda sobre a gestão municipal, onde destacou o trabalho do prefeito Edson Vieira. “O SAMU recebe 50 mil e 900 por mês, é o que o Governo Federal repassa para que seja mantido o funcionamento do SAMU, com 19 profissionais que lá estão, além da manutenção das ambulâncias. O prefeito mostrou que só a folha de pagamento ultrapassa os 130 mil reais e hoje a prefeitura entra com mais de 80 mil reais só para manter o SAMU em funcionamento na cidade”.

Zé Elias
Zé Elias (PTB)

O vereador Zé Elias fez um discurso com ênfase em seu papel de vereador, que é cobrar e fiscalizar. O parlamentar falou sobre as inúmeras ações que têm cobrado e que tem sido atendido. “Eu não venho aqui unicamente com a questão de elogiar o prefeito, mas é preciso que o mesmo seja reconhecido pelo seu trabalho juntamente a sua equipe. Quero dizer que quando o governo atende um pedido do vereador Zé Elias, ele está beneficiando o povo e esta semana fiquei muito feliz em ver mais uma obra concretizada por um pedido meu, que foi o calçamento da Rua Manoel Marques da Silva, Bairro Rio Verde. O vereador finalizou seu discurso falando cobre a entrega das ambulâncias do SAMU, onde ele destacou que mesmo sendo do Governo Federal, é preciso que a prefeitura tenha projetos e arque com os custos de manutenção das mesmas.

Galego de Morinha
Galego de Mourinha (PTB)

O vereador Galego de Mourinha falou sobre a questão da seca, parabenizou o presidente da Câmara, Afrânio Marques pelo trabalho em buscar reunir os diretores da Compesa com os vereadores, assim como também elogiou os colegas de bancada Fernando Aragão e Helinho Aragão, pela preocupação com a seca. “Nós temos que discutir esse problema, porque não é fácil o que estamos vivenciando, sobretudo, os mais carentes da nossa cidade, porque sabemos que todos os açudes que nos abastece estão em colapso”. Galego de Mourinha finalizou seu discurso falando sobre a arrecadação municipal e criticou a gestão municipal, quando segundo o vereador, na Vila do Pará, os alunos estão sem ter aula por causa de carros quebrados.

Luciano Bezeraa
Luciano Bezerra (PR)

O vereador Luciano Bezerra fez um discurso com base nos problemas que a falta de nomes de ruas e a falta de correção nos CEPs para as ruas da cidade. “A gente precisa em um primeiro momento aprovar os nomes de ruas e depois repassar para os correios. Em um segundo momento, que esses novos loteamentos não enviem nomes de ruas para a Celpe sem colocar o nome das ruas”, disse. Luciano continuou seu discurso falando sobre a atitude do prefeito Edson Vieira em enxugar a programação junina a fim de economizar recursos, devido a crise pela qual todo Brasil passa e que a prefeitura municipal possa continuar fazendo os investimentos necessários para o desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe. O vereador informou em seu discurso que a Administração Municipal irá contratar um escritório de advocacia para garantir o recebimento de recursos que não tiveram liberação por parte do Governo Federal.

Carlinhos da COHAB
Carlinhos da Cohab (PSL)

O vereador Carlinhos da Cohab falou sobre os discursos de outros vereadores, onde todos parabenizaram o prefeito pelo corte no número de dias dos festejos juninos. De acordo com o vereador Carlinhos, a prefeitura quer economizar, mas que, no entanto, acontecem licitações para coffee break. “Enquanto o povo está passando necessidade por falta de remédios e o povo da prefeitura tudo comendo tortas, refrigerante, salgadinhos”. O vereador fez duras críticas a gestão municipal e finalizou seu discurso relatando que a Casa de Apoio, tem dificuldades em manutenção da casa para as pessoas que precisam da casa quando viajam ao Recife, falando que a cidade está um descaso.

Deomedes
Deomedes Brito (PT)

Deomedes Brito iniciou seu discurso falando sobre os problemas da seca, onde destacou a importância de se trabalhar unidos, independente do partido político, porque o que está em jogo é o bem estar do povo. Deomedes falou sobre a questão de se pensar em novas estratégias para amenizar os efeitos da seca. “Todo mundo só fala na transposição do Rio São Francisco, e às vezes o que eu falo, muita gente não dar importância por ser eu quem falo. Mas, essa transposição eu já falava há algum tempo e hoje eu quero dizer que temos outras possibilidades de transportar água e amenizar a seca em nossa região”. Deomedes finalizou seu discurso falando sobre a questão da discussão no Congresso Nacional sobre a terceirização, que de acordo com ele, representa um grande risco para todos os trabalhadores.

Narah Leandro
Narah Leandro (PSB)

Senhor presidente trago a essa tribuna um assunto de interesse de todos os santa-cruzenses o Transporte publico de passageiros no município de Santa Cruz do Capibaribe. A Política Nacional de Mobilidade Urbana é instrumento de desenvolvimento urbano que tem o objetivo de integrar os diferentes modos de transporte e a melhoria da acessibilidade e mobilidade que garante os deslocamentos das pessoas e cargas no território do Município. O objetivo da Mobilidade é contribuir para o acesso universal à cidade, o fomento e a concretização das condições de desenvolvimento urbano. Não vou colocar uma lei nessa casa porque esta já existe desde 2011, lei que institui o sistema de transporte publico de passageiros no município de Santa Cruz do Capibaribe, mas que não foi regulamentado pelo prefeito da época. Mas quero aqui reiterar com os estudantes que me procuraram que vamos lutar junto ao prefeito Edson Vieira para que ele regulamente a lei 1.964/2011. E autorize o processo licitatório de concorrência publica para que o povo de Santa Cruz tenha o direito ao acesso ao transporte público à população. Para finalizar quero registrar que na semana que vem Santa Cruz do Capibaribe ira sediar mais uma vez um grande encontro de conselheiros tutelares e de Direitos com o tema do abuso e exploração sexual, o meu companheiro conselheiro tutelar Laercio Glicério está mobilizado na realização desse importante encontro desse mal que assola a nossa sociedade. Estamos juntos em defesa da criança".

Fonte: Fan Pager da Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário