domingo, 12 de abril de 2015

Como evitar e identificar a dengue e a febre chikungunya



O Brasil está em estado de alerta com relação à proliferação da dengue e da febre chikungunya, doenças transmitidas pela picada do mesmo mosquito, oAedes aegypti .

Na próxima segunda-feira (13) o Ministério da Saúde vai divulgar os números oficiais da doença no país, porém há informações de que já são 460 mil casos notificados. Uma matéria divulgada no portal G1, no dia 1° de abril, deu conta de que em Pernambuco já são 1.778 casos de dengue diagnosticados esse ano, o dobro dos casos do mesmo período em 2014.

Após os resultados que sairão amanhã, caso os números tenham crescido, os governos federal, estaduais e municipais devem unir esforços para o combate à doença e também à febre chikungunya. Mas cada pessoa também deve fazer sua parte tomando os cuidados necessários dentro de casa para afastar as doenças da sua casa e dos vizinhos, uma vez que não existe vacina para as doenças e a única maneira de evita-las e através da prevenção.

Vejam algumas dicas divulgadas pela prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe:

 

Como identificar se a pessoa está com dengue ou chikungunya?

Sintomas da dengue:

- Febre alta

- Forte dor de cabeça

- Dor atrás dos olhos

- Perda do paladar e apetite

- Manchas na pele, principalmente no tórax e membros superiores

- Náuseas e vômitos

- Tonturas

- Moleza e dor no corpo e articulações

Sintomas da chikungunya:

- Febre alta

- Forte dor de cabeça

- Dor muscular

- Erupções na pele

- Conjuntivite

- Dor e inchaço nas articulações

- Calafrios

- Náuseas e vômitos

Caso a pessoa se identifique com os sintomas citados e ache que está com uma das doenças o procedimento correto deve ser não fazer automedicação, pois existem alguns remédios que oferecem o agravamento das doenças. O certo é ir até a unidade de saúde mais próxima e fazer uma consulta, pois além de receber orientação para o tratamento correto, a pessoa estará registrando a doença nas estatísticas do governo, que diante de crescimento de casos intensificará suas ações no sentido de combater a dengue e a febre chikungunya.

Nenhum comentário:

Postar um comentário