sábado, 18 de abril de 2015

Entrevista: Walter Vitti - Leitura na Infância



No dia 18 de abril é comemorado o “Dia Nacional do Livro Infantil”, por isso, o blog É Notícia convidou o professor de línguas, Walter Vitti, para uma entrevista a respeito do assunto. Ele nos falou sobre a importância da leitura na infância e como os pais podem incentivar seus filhos a se tornarem leitores. Confira.

Professor Walter Vitti

É Notícia: Quais são os benefícios da leitura na vida da gente?

Walter Vitti: O ato de ler proporciona os mais diversos benefícios. Com a leitura é possível ampliar seu vocabulário e consequentemente ter uma melhor desenvoltura em sua comunicação, naturalmente quem lê, consegue com maior facilidade se posicionar diante de um assunto e argumentar de maneira plausível. Ler é uma atividade de interação entre o leitor e o/a escritor/a. Quando você lê, consegue ter um nível de proficiência ao selecionar aquilo que lhe é positivo. A leitura proporciona, ainda, prazer, quando se faz uma leitura deleite, por exemplo. Sua visão de mundo torna-se holística. Enfim, esses são alguns, dos vários pontos que eu elenco, mas certamente, a leitura, seja qual for, nos oferece bem mais. 

Professor Walter, a partir de que idade a criança deve ter contato com a leitura e também contato com os livros?

Walter: Antes mesmo de saber ler ou escrever, já é possível e eu diria que, até necessário, proporcionar aos pequenos contatos iniciais com livros de gravuras, por exemplo, que são ricamente desenvolvidos para aguçar a visão, o tato, bem como a imaginação. Há ainda livrinhos de espuma plástica próprios para a hora do banho. À medida que a criança vai tendo uma maior percepção, os adultos já podem apresentar livros com pequenos textos, sempre fazendo a leitura de forma lúdica para que a criança consiga captar a sonoridade das narrativas. Sem dúvida, quando introduzimos livros na vida das crianças, naturalmente, na proporção que forem crescendo, elas vão sentir a necessidade de ler. A formação cultural nasce nessa época, afinal, será muito mais difícil formar um leitor quando este já estiver em fase adolescente ou adulta.

Como pais e familiares devem escolher livros para as crianças? Existem livros indicados para cada idade?

Walter: É preciso saber o que se pretende com a leitura, toda escolha é um ato político, afinal passamos para os outros nossas crenças, portanto, cabe aos pais compreenderem que a formação da criança requer um cuidado. Sendo assim, é importante selecionar histórias que facilitem a construção moral e cívica da criança, que ao crescer fará uso dessas impressões propostas pelos pais. Contos de fadas e fábulas, por exemplo, trazem fantásticas histórias com um cunho de reflexão, são narrativas com problemáticas existenciais e sociais. Gibis para crianças que já leem com certa desenvoltura é uma ótima opção. Os pais podem com essas narrativas, além de divertir as crianças, ensiná-las desde cedo valores humanos necessários. Em relação aos tipos de livros indicados para cada faixa etária, torno a dizer que, é preciso cumprir alguns critérios, como nível de leitura, proposta de leitura, tema escolhido, etc. 

Como deve ser o momento da leitura da criança quando está em casa?

Walter: Leitura é um programa de entretenimento, quem lê, quer sentir satisfação. Portanto faz-se necessário criar uma atmosfera agradável para esse momento tão rico. Sentir-se confortável, concentrado são alguns pontos primordiais para que o objetivo da leitura seja cumprido. Inclusive esse momento é ótimo para os laços familiares se estreitarem, os pais estarão em contato direto com os filhos, a conversa fluirá de modo aprazível. Sem dúvida, a construção da identidade familiar também passa por momentos como esse. Os pais podem pedir para a criança fazer imitações, em alguns momentos será necessário saber a opinião dos pequeninos em relação às atitudes tomadas pelos personagens. Com isso, a leitura vai muito além do que decodificar meros códigos linguísticos, há uma série de outros elementos que engrandecem o contato entre pais e filhos a partir da arte literária. 

O que os pais podem fazer para criar o hábito da leitura nos seus filhos? Cite algumas dicas. 

Walter: Primeiramente, incentivar. Claro que, pais que não leem, serão menos tendenciosos a induzir os filhos a praticarem a leitura, mas é possível oferecer aos pequenos essa atividade fundamental, por meio de presentes, ao invés de dar brinquedos, oferece um livro, leva as crianças à livraria, após a criança fazer uma leitura, procure saber o que ela achou, peça explicações, isso fará com que ela seja mais cautelosa nas próximas leituras. E quando menos se esperar, livros farão parte obrigatória da vida dos pequenos leitores. E no papel de pais/educadores estará sendo cumprida uma grande meta: educar/formar filhos para conviver em um mundo diversificado nas mais variadas nuances, e é a leitura que tornará a criança em um adulto com um olhar mais crítico em relação ao mundo no qual vivemos. 

Agradecemos pela sua entrevista. 

Walter: A recíproca é verdadeira. Como professor, é um prazer discutir e ampliar esse debate. Vamos construir um mundo onde haja mais leitura, e que essa leitura seja capaz de construir melhores seres humanos. Parabéns pela escolha da pauta. Espero que a entrevista seja satisfatória para os pais que sentem esse desejo de criar filhos que saibam se posicionar no mundo através da leitura.

Por: Magali Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário