domingo, 15 de março de 2015

Atos contra Dilma são democráticos, reconhece Humberto, líder do PT

Senador Humberto Costa, líder do PT

As vésperas dos protestos defendendo o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) em todo o País, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, reconhece que os atos são democráticos e fruto da liberdade de expressão. O senador petista disse ver o movimento com naturalidade. Até agora, o PT vinha chamando de golpista qualquer menção à saída de Dilma.

“Num sistema político democrático como o nosso, que tem um governo amplamente respeitador da Constituição brasileira e dos direitos individuais, é uma coisa absolutamente normal que tanto apoiadores quanto adversários possam se manifestar”, diz Humberto.

“Lutamos muito pela democracia para que todos possam se manifestar. Então, temos mesmo que defender que cada um possa expor suas ideias. O importante é que aconteça num clima pacífico, sem agressões, dentro do respeito às instituições e às autoridades públicas”, afirma o senador.

Apesar do tom apaziguador, Humberto Costa faz questão de defender o pacote de ajustes econômicos implantados por Dilma Rousseff. Para ele, a presidente tem feito um grande esforço para impedir a recessão, uma inflação ainda mais alta e a manutenção dos empregos.

Fonte: Blog do Jamildo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário