segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Guilherme Uchoa diz que não pretende acompanhar a oposição

No meio de uma entrevista sobre o reajuste salarial, o presidente da ALEPE, Guilherme Uchoa, falou sobre a escolha da nova presidência da Casa e descartou a possibilidade de migrar para a oposição. Quanto à postura de migrar para a oposição, caso não seja indicado para o quinto mandato, o presidente da ALEPE, Guilherme Uchoa, explica que sua trajetória política é baseada em lealdade.

“A minha história política não é essa história [DE TRAIÇÕES]. A minha história política é tão leal aos meus princípios políticos que, antes de vir para casa, eu atuei como juiz de direito. Tenho 67 anos de idade e todo mundo de Pernambuco sabe da minha conduta política e do meu sentimento. Aqui não existe candidatura de governo e nem de oposição. Isso será construído dentro da Casa, com os 49 deputados, o que os deputados estão querendo de melhor para governar aqui. Se for consenso e a maioria quiser a minha candidatura, eu serei candidato. Caso não, se for um candidato do PTB, PT ou PSB, eu não vejo nada demais em votar em qualquer um deles. todos aqui são muito competentes e capazes”, observou Uchoa.

Fonte: Blog do Jamildo
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário