sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Zilda Moraes pode está traçando o caminho da sua volta para o grupo Boca Preta
Foto: É Notícia

Na ultima terça feira (23), o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe entregou para a população a pavimentação da Rua Antonio Burgos, que parte dos recursos foi oriunda de emenda parlamentar do deputado federal Mendonça Filho. Quem se fez presente na inauguração foi à ex-vereadora Zilda Moraes como representante de Mendonça. Seria a volta da Guerreira para o grupo Boca Preta? Quem esteve no local conta que ela se mostrou muito à vontade no ato de inauguração, fez elogios ao prefeito Edson Vieira e também foi elogiada pelos oradores do evento.

A “eterna guerreira” também discursou fazendo menção ao prefeito Edson Vieira por estar sempre buscando e executando emendas dos deputados federais, entre eles Mendonça Filho, que já dirigiu recursos para compra de mais de 2 mil bancas escolares, reforma de PSF e por último Vieira executou emenda para pavimentação de ruas que há muito tempo a população esperava uma ação do poder público.

Foto: É Notícia
Em conversa com moradores da Rua Antônio Burgos, os mesmos se mostraram agradecidos ao prefeito Edson Vieira e também ao deputado federal Mendonça Filho, pois ambos foram fundamentais para que a pavimentação da rua acima citada fosse concluída.

Para pensar...

As emendas de vários deputados federais que são destinadas diretamente para Santa Cruz do Capibaribe vêm sendo executadas, como as de Mendonça Filho acima citadas, Eduardo da Fonte com emenda de R$ 800 mil para uma cozinha industrial, entres outras do senador Jarbas Vasconcelos e do Pastor Vilalba.


O deputado federal em fim de mandato, José Augusto Maia, dá a desculpa que de não colocar emendas diretamente para Santa Cruz para não serem perdidas. Ele alega que uma emenda sua de pouco mais de R$ 400 mil reais destinada para a construção do INSS foi executada sem participação da prefeitura. Talvez o nobre deputado não esteja falando a verdade ou pela sua situação de decadência política esteja com a memória fraca, pois para a emenda ser executada, primeiro precisou de um terreno que foi concedido pela prefeitura e também de contrapartida paga pelo município. Então, refletindo bem, é muito pouco para quem prometia em campanha no ano de 2012, que estava com quase R$ 50 milhões em recursos para Santa Cruz do Capibaribe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário