quinta-feira, 30 de outubro de 2014


Gato e Rato ou pique esconde no grupo taboquinha?


Até quando irá se prolongar esse jogo no grupo Taboquinha? Há dias que o deputado federal Zé Augusto não marca presença nas rádios. Estaria o nobre deputado se escondendo ou apenas planejando uma maneira melhor de derrubar de vez aqueles que tentaram lhe tirar da liderança do grupo Taboquinha?


Foto: Internet

O fato é que logo após as eleições Ernesto Maia, que é vereador e sobrinho de Zé Augusto, deu uma cobrada em seu tio em um programa de rádio da qual é dono que vai ao ar todos os sábados, afirmando que Zé Augusto teria que pagar por um programa que também realizava aos sábados na emissora, pois Ernesto estaria precisando de dinheiro para cobrir gastos de campanha e o deputado não deu resposta alguma.


Foto: Internet

Ele também voltou a afirmar que não aceita de forma alguma que Zé Augusto ou Toinho do Pará sejam candidatos a prefeito, que caso as condições que colocar não sejam aceitas ele não participará da campanha de 2016, “irá ficar em casa”.

Contudo o jogo não fica apenas entre gato e rato (tio e sobrinho), tem aqueles que de uma forma ou de outra, também mandam seu recado. O vereador Deomedes Brito deixou claro que não aceita imposição de nome A ou B,  afirma que foi um dos poucos que ajudou Zé Augusto a carregar o famoso tamborete.

Foto: Internet

Outro que não escondeu sua opinião foi o vereador Carlinhos da Cohab, que não teve papas na língua e soltou o verbo, deixando claro que segue firme com o vereador Ernesto Maia. Ele fez questão de mandar recado para Zé Augusto dizendo que Zé Augusto sem os vereadores não chegará á lugar algum.

Foto: Internet

Em uma entrevista de rádio o vereador Galego de Mourinha não mediu palavras e falou que Zé Augusto só dá valor a uma pessoa quando precisa dela em determinado momento e não reconhece o que as pessoas fazem por ele. Teria dito também que essa conversa de Zé Augusto de colocar um nome novo é apenas para conveniência política, pois seria preciso comparar o trabalho desse novo nome com os 30 anos de trabalho de Fernando Aragão.

Foto: Internet

Então caros leitores, aguardem! Pois no jogo de pegar e esconder, na eterna luta de gato e rato, o grupo taboquinha está cada dia mais experiente. Já se fala que o deputado federal Zé Augusto não abre mão de um nome “Maia” na chapa majoritária de 2016 e a composição poderá ser com um empresário do segmento de tecidos em Santa Cruz do Capibaribe. Por outro lado, Ernesto Maia e seus fieis escudeiros defendem o nome de Fernando Aragão.

Foto: Internet

segunda-feira, 27 de outubro de 2014


Petrobras derrete, dólar dispara: calma que vai piorar!



Como o previsto, a vitória de Dilma, em parte já antecipada pelos mercados por causa das pesquisas e agora confirmada, jogou gasolina na fogueira do pessimismo (realismo?) dos investidores. Seu discurso de vitória tampouco serviu para aliviar: vem plebiscito por aí, eis sua grande “mudança”.

A corrida para o dólar é imediata, e ele já vale quase R$ 2,55, com tendência clara de alta. Isso significa que todos nós acordamos mais pobres em relação ao resto do mundo. Nosso dinheiro compra menos bens e serviços no exterior, os importados ficam mais caros, e a inflação sobe. Eis o gráfico que assusta:

Dólar x Real. Fonte: Bloomberg
Dólar x Real. Fonte: Bloomberg
Além disso, o mais previsível também ocorreu até agora: o “kit eleição”, formado pelas estatais, despencou. A Petrobras cai até o momento em que escrevo mais de 13% no dia, que mal começou. É sangria desatada, pânico, desespero. Mas nada sem fundamento, claro. Os investidores atentos sabem muito bem o que mais quatro anos de PT pode significar para a empresa: sua completa destruição! Vejam:

Petrobras ON. Fonte: Bloomberg
Petrobras ON. Fonte: Bloomberg
Como podemos ver, a reeleição de Dilma já faz sua primeira vítima: todos aqueles trabalhadores de classe média que investiram sua poupança nas ações da estatal por meio do FGTS e acordaram bem mais pobres hoje.

A “nova classe média” que finalmente conseguiu viajar para o estrangeiro pela primeira vez, com muita celeuma do próprio governo, terá de arcar agora com uma moeda bem mais desvalorizada também. Os custos do equívoco de ontem estão apenas começando. Podem ficar tranquilos, pois vai piorar. Especialmente quando Dilma anunciar seu novo ministro da Fazenda, uma grande “mudança”…

Fonte: Rodrigo Constantino

Nas redes sociais, famosos comentam reeleição de Dilma



Famosos comentaram o resultado da eleição presidencial neste domingo, nas redes sociais.A presidente Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) na disputa em segundo turno e foi reeleita neste domingo (26) para um novo mandato como presidente da República (2015-2018). O resultado foi confirmado pelo sistema de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 20h30, quando 98% das urnas estavam apuradas e não havia mais possibilidade matemática de virada. Com a vitória, Dilma completará 16 anos do PT no comando do governo federal, desde a primeira eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002.

Alcione, cantora: "Dilma, apesar de todo sofrimento que passou, você venceu! Se Deus é por ti, nada será contra ti. Quem anda com Deus não tem medo de assombração. Parabéns, Presidenta!"



Alcione publicou em seu Instagram foto com Dilma e Chico Buarque (Foto: Reprodução/Instagram/Alcione)Alcione publicou em seu Instagram foto com Dilma e
Chico Buarque (Foto: Reprodução/Instagram/Alcione)
Sheila Mello publicou imagem em que disse estar de luto (Foto: Reprodução/Facebook/Sheila Mello)Sheila Mello publicou imagem em que disse estar
de luto (Foto: Reprodução/Facebook/Sheila Mello)


Giovanna Ewbank, atriz: "Só me resta desejar boa sorte ao Brasil..."

Fiorella Mattheis, atriz: "Já dizia Joseph Marie Maistre: 'Cada povo tem o governante que merece'. Que povo pobre de informação, instrução, oportunidade, educação, saúde, ética... E continuaremos assim pelos próximos 4 anos. Ou melhor 8, 12, 16... Que pena. Que triste."



Thammy Miranda, atriz: "Que País é esse? É a PORRA do Brasil! Muitos vão julgar mas a REAL? FODA SE!!! Muitos dos meus seguidores falaram: Ahhh vc nao deveria votar no Aecio muitos homofônicos são aliados dele! O Brasil precisa de uma educação melhor, saúde melhor, segurança melhor e nao podemos ser EGOÍSTAS e pensar SO em homofobia... Na nossa família nao são todos GAYS! Entao temos q pensar num todo! Triste por mais 4 anos, nao na mesma merda. Vai ficar muito pior! O q muitos nao pensam é q quem tem condições vai pra fora do Brasil e o restante? Vive de esmola... Bolsa isso, bolsa aquilo e nao tem a perspectiva de crescer na vida... Essa vida é uma so pra viver de esmola... Triste quem nao quis mudança pra sua própria vida! Ahhhh essa é a MINHA OPINIÃO! Afinal estou no MEU INSTA... Otimo mais 4 anos pra todos nos!"



Tico Santa Cruz, cantor: "Dilma vence com uma forte oposição. Aécio perder em Minas é um sinal a ser considerado. Todos que votaram contra o PT que agora mantenham suas máquinas atentas e acompanhem de perto cobrando o Governo as reformas e promessas que foram feitas. Fiquemos todos entendidos sobre a importância da política em nossas vidas. Democracia é isso. Permanecerei cobrando e atento como sempre estive. Quero saber qual o número de Votos Brancos e nulos. A Imprensa nunca divulga. Recomendo a quem me considera que não façam piadas e nem escárnio com a derrota de Aécio e vamos evitar brigas. Respeito acima de tudo."


Helio de La Peña, humorista: "Não adianta chorar. Democracia é isso. Tá na hora da oposição aprender a fazer oposição. Tenho vergonha do que leio sobre os nordestinos. Nada falam de mineiros ou cariocas. Não é por aí."

Lucas Lima, músico
: "Seus bunda, não tem vencedores e perdedores! Teu time é o Brasil! Se não tem o técnico que tu queria tu para de torcer?"



Sheila Mello, dançarina: "Mais pão e circo por 4 anos! A campanha do medo deu certo! Vamos assistir ao PT saqueando a nação..."

José de Abreu, ator: "Perderam na Copa e nas eleições.... Bai bai, oposiçao! Graças a Minas, que conhece Aecio e deu vitoria a Dilma. Quem conhece, nao vota. Pimentel tratorou no 1º turno."

Fonte: G1


Dilma Rousseff é reeleita presidente do Brasil

Com 100% das urnas apuradas, petista obteve 51,64% dos votos válidos e ficará mais quatro anos no poder


O Brasil reelegeu Dilma Rousseff (PT) presidente da República. Com 100% das urnas apuradas, a petista conquistou 54.501.118 dos votos, contra 51.041.115 votos do adversário Aécio Neves (PSDB).

A candidata conta com 51,64% dos votos válidos, contra 48,36% do adversário. Com a reeleição de Dilma, o Partido dos Trabalhadores deve chegar a 16 anos de poder no cargo máximo do país — dois mandatos de Lula e, agora, dois de Dilma.

Para conquistar um segundo mandato, a presidente convenceu a população de que sua reeleição significará, de fato, o início de um novo ciclo de mudanças para o país. Ao lado de PMDB, PSD, PP, PR, PROS, PDT, PC do B e PRBO, Dilma integrou a coligação Com a Força do Povo. O slogan "governo novo, ideias novas" emplacou:



— Fizemos muito, mas precisamos fazer muito mais, porque as necessidades do povo ainda são grandes. O povo quer mais e melhor, e nós também — disse Dilma, em junho, durante a convenção do PT que lançou sua candidatura e apontou para o tom que a campanha ganharia.

Dilma é a terceira presidente da República a ser reeleita — antes dela, Fernando Henrique Cardoso e Lula haviam cumprido dois mandatos. Nona mineira a comandar país, ela agora pode ultrapassar Juscelino Kubitschek e se tornar a presidente nascida naquele Estado com mais tempo no governo do Brasil — JK ficou quatro anos e 355 dias no poder.

Ao assumir seu segundo mandato, Dilma será a sexta presidente mais velha da nossa história. Com 67 anos completados em 14 de dezembro, a presidente fica atrás apenas de Nereu Ramos, Costa e Silva, Getúlio Vargas (que tinha 68 anos e nove meses em seu último mandato), Rodrigues Alves (quinto presidente da história do Brasil) e Tancredo Neves (que morreu antes da assumir, mas teria 75 anos no dia em que tomaria posse).

Campanha foi marcada pela morte de Eduardo Campos



Dilma venceu após três meses de uma campanha eleitoral marcada pela maior tragédia envolvendo políticos na história recente do Brasil. Em 13 de agosto, Eduardo Campos deixou a condição de possível futuro presidente da República para se tornar o primeiro candidato ao cargo a morrer durante a disputa. A fatalidade da queda do jato que vitimou o pernambucano e outras seis pessoas abriu espaço para uma improbabilidade: a entrada de Marina na corrida eleitoral, a terceira colocada no pleito de 2010 com quase 20 milhões de votos.

A ambientalista chegou a quebrar a polarização PT-PSDB que há 20 anos marca a política brasileira e a aparecer à frente de Dilma em pesquisas de intenção de voto para o segundo turno e colada no primeiro — porém, contradições nas suas posições (como o recuo do tema LGBT no seu plano de governo) não sustentaram a candidatura. Aécio retomou o protagonismo na reta final e acabou indo ao segundo turno com a petista. Até os últimos dias de campanha, as pesquisas de intenção de voto mostravam o tucano empatado ou à frente da presidente reeleita.



Ao longo da campanha, Dilma resistiu a ataques da oposição em um cenário povoado pela estagnação econômica do país e por denúncias de corrupção. O escândalo de desvios da Petrobras, porém, não parece ter sido suficiente para abalar a imagem da presidente que se equilibrou sobre os feitos de seu governo e dois oito anos de Lula no poder.

sábado, 25 de outubro de 2014



Os quinze momentos mais marcantes do debate da Globo


Foto: Folhapress

Troca de farpas entre os candidatos e um William Bonner atrapalhado deram o tom do último confronto entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB)


O último debate entre os candidatos à Presidência da República na Rede Globo foi marcado pela troca de farpas e acusações mútuas desde a primeira pergunta. Porém, tanto no confronto direto entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) quanto nas perguntas dos eleitores, os temas se repetiram: corrupção, economia, Pronatec, governo de Minas.


Foto: Folhapress

+ Os melhores memes do debate da Globo

Em comum, os dois extrapolaram o tempo em praticamente todas as réplicas e tréplicas - e levaram bronca do mediador William Bonner. A plateia estava especialmente participativa, com muitas vaias e aplausos de ambos os lados.

Confira os melhores momentos deste derradeiro embate antes da decisão nas urnas no próximo domingo (26):

1. William Bonner

Só deu ele. Logo de cara, o mediador cometeu uma gafe: anunciou o fim do primeiro bloco antes da tréplica de Aécio e, depois, ficou se desculpando com o tucano. Passou o tempo inteiro reprimindo a plateia, que ora aplaudia, ora vaiava os candidatos. Alguém reclamou que Bonner interrompeu Aécio em uma resposta cujo tempo já tinha estourado. "Estou atento ao relógio e permitindo que ambos concluam o raciocínio. É razoável", bradou.

Bonner também "perdeu" uma candidata ao passar o microfone. "Elizabeth....onde está Elizabeth?"

2. Candidato querido

Ao responder para um eleitor presente no estúdio, Dilma se confundiu e o chamou de "candidato". Ela tirou o erro por menos e brincou. "Você pode ser candidato um dia, não é, querido?"

3. Líder do quê?

Dilma afirmou que Aécio foi "líder do governo FHC" e foi corrigida pelo tucano. "Era líder do Congresso. A senhora não conhece o Congresso", disse o tucano.

4. O que será

Dilma disse que melhorará os índices econômicos no próximo governo e levou uma alfinetada. "Vamos aguardar o eleitor decidir se a senhora vai ter um próximo mandato".

5. Gastos com publicidade

Apesar de já ter criticado diversos aspectos do governo de Aécio em Minas Gerais, Dilma trouxe à tona pela primeira vez a denúncia de que ele se recusa a divulgar gastos com publicidade nos jornais e televisões da família Neves. "O meu governo não, mas o seu tem muito a esconder", apontou Dilma

6. "Bolsa-empresário"

Dilma critica o PSDB por não investir em programas sociais como Minha Casa Minha Vida e Bolsa-Família. "Vamos avançar muito mais. O que não vamos fazer é o bolsa-empresário", disse o tucano.

7. Obra-prima

Em um bate-boca sobre economia, Dilma criticou a política econômica do governo Fernando Henrique Cardoso. "Vocês fizeram a obra prima de aumentar impostos e deixar o governo com a dívida pública muito maior".

8. Meu nome é Aécio

"Me honra muito a comparação com Fernando Henrique Cardoso, mas eu me chamo Aécio Neves".

9. Meu banho, minha vida

Ao criticar a falta de água em São Paulo, Dilma citou o humorista José Simão. "Vocês estão criando o 'Meu banho, minha vida'".

11. Mineirês

Dilma Rousseff falou em "mineirês" com o conterrâneo. "Vocês 'jugaram' a crise nas costas dos brasileiros", disse, querendo dizer "jogaram".

12. Ironias

Como já fez em debates anteriores, Aécio riu e chamou Dilma de confusa. Também desdenhou de uma proposta dela sobre reforma política. "É a primeira vez que escuto isso na vida".

13. Essa conversa

"Vocês sempre foram contra fazer política social e agora vêm para mim com essa conversa? A prática vale muito mais do que palavras vazias", filosofou Dilma.

14. Muito boa a sua pergunta

Seguindo direitinho o media-training, Dilma elogiou todas as perguntas no estúdio. "Muito boa a sua pergunta", repetiu oito vezes para cada um dos eleitores.

15. Trava-língua

Dilma deu um show de má dicção e tropeços no português. "Fonteiras" (fronteiras), "pofissional" (proporcional), "pra mim falar", "cheguem aqui e dizem" (digam).


Fonte: VejaSP

sexta-feira, 24 de outubro de 2014


Sensus votos válidos: Aécio tem 54,6%; Dilma, 45,4%


Foto: Internet

A Pesquisa IstoÉ Sensus divulgada hoje mostra o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, nove pontos à frente da adversária Dilma Rousseff (PT). O tucano aparece com 54,6% das intenções de votos válidos, contra 45,4% de Dilma.

A pesquisa também mostra que, a dois dias da eleição, 11,9% do eleitorado ainda não sabe em quem votar. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio tem 48,1% e Dilma, 40%.

O instituto Sensus mediu também a rejeição dos candidatos e aponta que 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam de forma alguma em Dilma, enquanto 33,7% disseram o mesmo de Aécio. O Sensus entrevistou 2 mil eleitores de 136 municípios em 24 Estados entre os dias 21 e 24 de outubro. A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos porcentuais, para mais ou para menos, e nível de confiança de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-01166/2014.

Vale destacar que o PT questionou perante o TER o resultado desta ultima pesquisa, onde solicitou o acesso aos formulários da pesquisa Sensus.



Fonte: Blog Magno Martins

Outubro Rosa




Hoje é o último dia de programação do 2º Outubro Rosa, com realização de exame citológico e exame clínico das mamas e a emissão de pedidos de mamografia em casos necessários. Para realizar a sua consulta, visite as Unidades Básicas de Saúde do município das 8h às 12h e das 13h às 15h.



Informações: Assessoria.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014



Onde ficou a vontade de mudança do povo que foi pra rua nas manifestações??#foraPT?


foto: internet

Com tantas denúncias acontecendo, com a inflação só aumentando, o PIB cada vez menor, estamos sempre nos últimos lugares em educação e ocupamos os primeiros lugares em criminalidade, impunidade, falta de assistência à saúde e ainda assim a presidente figura em primeiro lugar nas pesquisas? Alguma coisa está errada ou a população é totalmente idiota. Comparada a uma avestruz, que enterra a cabeça na areia para não ver o que acontece. Acho até piada ouvir as pessoas cantarem: " sou brasileiro com muito orgulho". Orgulho de que? Disso que estamos vivenciando?

Onde estão os indignados do Brasil ?? O “povo” não está nas ruas, porque foi privatizado pelo PT ??

O “povo” não está nas ruas, porque o PT compra, por exemplo, o MST com o dinheiro que repassa a suas entidades não exatamente para fazer reforma agrária, mas para manter ativo o próprio aparelho político

O “povo” não está nas ruas, porque o bolsa família nada mais é do que o maior programa de compra de votos nunca antes visto na história deste país.

Um eleitorado de 40 milhões de pessoas é influenciado pelo programa, que, especialmente no nordeste, se tornou uma arma eleitoral incomparável.

Foto: internet

Independentemente da postura dos adversários de Dilma Rousseff, a maior parte dos eleitores que recebem o bolsa família não arrisca apoiar aquilo que veem como uma aposta duvidosa. Para o jogo democrático, o efeito é desastroso. Se o único critério na escolha do candidato é o bolsa família, o eleitor vota sem levar em conta outros temas essenciais, como as políticas para saúde, segurança e o combate à corrupção.

Como o número de beneficiários do bolsa família cresce continuamente , é cada vez maior o contingente de eleitores que escolhe seu candidato presidencial apenas com base no receio de perder o pagamento mensal.

Dunga convoca para amistosos e poupa jogadores do futebol brasileiro


Por conta do Brasileirão e da Copa do Brasil, comissão técnica deixa atletas que atuam no país de fora. Lucas e Thiago Silva estão de volta, além de outras novidades

O técnico Dunga divulgou nesta quinta, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, a última lista da seleção brasileira em 2014. Os goleiros Neto e Diego Alves, a volta do zagueiro Thiago Silva, os meiocampistas Casemiro e Roberto Firmino, e os os atacantes Lucas, Luiz Adriano e Douglas Costa são as principais novidades do grupo que vai jogar os amistosos contra Turquia, no dia 12 de novembro, em Istambul, e a Áustria, no dia 18, em Viena.

O treinador poupou os jogadores dos clubes brasileiros que estarão envolvidos na reta final do Brasileirão e da Copa do Brasil.Dunga reconheceu que, nesse momento de decisão dos principais dos torneios nacionais, seria importante não desfalcar os clubes brasileiros.

- Temos que pensar na seleção brasileira, que representa muito o futebol brasileiro. Mas cada momento é especial. Mantivemos contato com muitos treinadores e presidentes de clubes, e somos sensíveis das responsabilidades. Chegamos ao momento oportuno de abrirmos mão de alguns jogadores brasileiros e abrirmos oportunidades para jogadores lá de fora. Era um momento oportuno, de cada um ceder - disse o treinador.

Antes do anúncio da lista, o presidente da CBF, José Maria Marin, informou que houve um pedido da CBF para a comissão técnica para que os jogadores que atuam no Brasil não fossem convocados, por conta das retas finais do Brasileirão e da Copa do Brasil.

- Solicitamos ao Dunga e ao Gilmar que estudassem a melhor maneira possível de conciliar as necessidades da Seleção e de todos os clubes que disputam diversos campeonatos em andamento. Queremos agradecer a colaboração dos dirigentes e técnicos que trabalham no Brasil, com quem o Dunga e o Gilmar vêm mantendo um contato e um diálogo permanente - disse o presidente da CBF, José Maria Marin, antes do anúncio da lista.

O coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, anunciou o ex-zagueiro Oscar Bernardes, que disputou as Copas de 78, 82 e 86, como auxiliar pontual para os amistosos contra Turquia e Áustria.

Desde que retornou à seleção brasileira, Dunga já disputou quatro partidas. A equipe venceu todas e não sofreu nenhum gol: Colômbia (1 a 0), Equador (1 a 0), Argentina (2 a 0) e Japão (4 a 0). A expectativa agora é pelo duelo com os dois representantes do continente europeu. Após os amistosos de novembro, o time canarinho volta a campo apenas em março de 2015.

Confira a lista de Dunga:

GOLEIROS
Rafael Cabral
Neto
Diego Alves

ZAGUEIROS
David Luiz
Marquinhos
Thiago Silva
Miranda

LATERAIS
Mário Fernandes
Alex Sandro
Filipe Luís
Danilo

VOLANTES
Luiz Gustavo
Rômulo
Fernandinho
Casemiro


MEIAS
Oscar
Roberto Firmino
Willian
Philippe Coutinho


ATACANTES
Neymar
Lucas
Luiz Adriano
Douglas Costa



Fonte : Globoesporte.com

Dunga divulga lista nesta quinta e pode desfalcar clubes brasileiros

Treinador convoca equipe canarinho às 11h (de Brasília), na sede da CBF. Treinador não deve poupar atletas que disputarão a reta final do Brasileiro e da Copa do Brasil

                                      Foto: Heuler Andrey / Mowa Press)

O técnico Dunga vai realizar nesta quinta-feira, às 11h (de Brasília), na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, a última convocação da seleção brasileira em 2014. O grupo chamado pelo treinador vai ter pela frente a Turquia, no dia 12 de novembro, em Istambul, e a Áustria, no dia 18, em Viena. A dúvida que paira no ar é se o treinador poupará jogadores dos clubes brasileiros que estarão envolvidos na reta final do Brasileirão e da Copa do Brasil.

Caso convoque os jogadores que atuem no Brasil, os clubes poderiam ficar sem os atletas em até duas rodadas do Campeonato Brasileiro (34ª e 35ª). Além disso, o primeiro jogo da final da Copa do Brasil será disputado justamente no dia 12 de novembro. Atlético-MG, Santos, Cruzeiro e Flamengo estão envolvidos na competição
.
Fonte: GloboEporte.com

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Morre Ozair Cavalcante


Vertentes perdeu um dos maiores políticos de sua história: o ex prefeito Ozair Cavalcante com mais de cinquenta anos dedicados ao povo daquele município. Ele faleceu na manhã desta quarta-feira (22 de Outubro).

Foto: Divulgação

Ocupou o cargo de prefeito de Vertentes entre os anos de 1982 á 1988 e entre 1993 e 1997. Ozair chegou a se candidatar a vice-prefeito em 2004, porém não ganhou a eleição. Em 2008 tentou se candidatar mais uma vez à prefeitura, porém não ganhou.
Ozair homem querido e admirado, foi exemplo para muitos, inspiração para outros e um símbolo de um grupo político, além de uma marca de respeito. Assim é o "Eterno Líder", José Ozair Cavalcanti, quem conhece a história de Vertentes, sabe o que na verdade significa "Ozair".


Para onde irá o grupo Taboquinha? Para uma união, um esfacelamento ou uma conveniência política e enganar o eleitor mais uma vez?



O ano de 2015 promete ser quente nas questões políticas, principalmente quando se fala do grupo taboquinha, pois nem terminou 2014 e logo após as eleições, junto com resultado das urnas começaram as duras trocas de acusações entre os chamados líderes do grupo de oposição de Santa Cruz do Capibaribe.



Foto: Internet

A situação chegou ao ponto do deputado federal José Augusto Maia e seu sobrinho, o vereador Ernesto Maia, discutirem publicamente aos microfones de uma emissora de rádio, com troca de acusações, ameaças e até mesmo lavagem de roupa suja de questões familiares no ar. O deputado Zé Augusto disse que era de sangue puro e seu sobrinho Ernesto Maia teria o sangue misturado, não seria um Maia puro. Ernesto, por sua vez, em determinado ponto da discussão disse que sabia de muita coisa das gestões de Zé Augusto quando o mesmo foi prefeito de Santa Cruz, com uma união será difícil de acontecer.


Foto: Internet

Sem se contentar, em seu programa de rádio que vai ao ar todo sábado Ernesto tratou não só de se defender do que falou seu tio, como também de defender sua mãe, a professora Socorro Maia. Ele afirmou que tem sangue de políticos históricos de Santa Cruz e que Zé Augusto não esquecesse que magoou toda a família, que sempre levantou a bandeira do deputado. Ernesto também pediu para seu tio fazer um exame de consciência, pois teria dito que era humilde e de humilde ele não teria nada.

Foto: Internet

Os vereadores e escudeiros de Ernesto Maia, Carlinhos da Cohab e Deomedes Brito, também se pronunciaram logo após as eleições. Carlinhos em entrevista disse que já teria feito muito por Zé Augusto e que ele só teria se elegido deputado federal em 2010 por conta das conjunturas políticas que o mesmo conseguiu em várias cidades da região e área metropolitana do grande Recife. Já o vereador Deomedes disse que sempre esteve ao lado de Zé Augusto em todos os momentos difíceis que ele atravessou em sua vida política, mas que o deputado durante a campanha esteve em residências de eleitores chegando até mesmo a falar de sua vida pessoal. 

Foto: Interne
Deomedes também tratou de lembrar ao deputado que ele sem os vereadores não chegará a lugar algum, assim como também lembraram Ernesto e Carlinhos.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Vereador Luciano Bezerra solicita criação de ciclofaixas em Santa Cruz























 De autoria do vereador Luciano Bezerra (PR), foi protocolado na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, requerimento de número 320/2014 que solicita a implantação de ciclofaixas em avenidas da cidade.
Na intenção de aprimorar a mobilidade urbana, o pedido foi enviado ao secretário de Defesa Social e Mobilidade Urbana, Fábio Aragão. Com a criação, poderão ser beneficiadas as avenidas Cesário Aragão, Teonilo Silvestre e a Rua Cabo Otávio Aragão.
A proposta deverá ser apresentada para votação, em plenário, ainda esta semana. “Fiquei muito feliz em ver meu projeto de implantação de ciclofaixas ser debatido no âmbito de toda a sociedade santa-cruzense. Serão mais de 10 km de vias que vão servir ainda mais à comunidade”, disse Luciano.



Do que se trata? - As ciclofaixas possuem sinalização própria. Quando as ruas que ocupam são todas pintadas e demarcadas com cones, que fazem a separação entre a faixa dos ciclistas e a dos carros. A velocidade máxima da pista é reduzida, isso para evitar acidentes e fazer com que o ciclista encontre segurança para pedalar.

Fonte: Direto ao Ponto


Equipe Alto Giro faz um show de manobras em Santa Cruz


No ultimo domingo (19/10), a equipe Alto Giro Protork se apresentou mais uma vez na avenida principal em Santa Cruz do Capibaribe. Cerca de 2 mil pessoas acompanharam o show de manobras de wheeling.

 Veja as fotos do Evento clicando aqui!